Arquivo mensal: maio 2015

Bisonho!!!

Olá amigos rubro-negros!

Durante um bom tempo não vou mais falar sobre o time/elenco do OUTRORA GLORIOSO ESPORTE CLUBE VITÓRIA. Não vou falar porque, como já disse, é chover no molhado, é falar as mesmas coisas, é ser repetitivo… Porém uma coisa deve ser dita. Ontem, assistindo o empate em 1 X 1 com o Asa de Arapiraca, pela Copa do Brasil, cheguei à seguinte conclusão: esse time/elenco do ECV É SIMPLESMENTE “BISONHO”!!! Não é time, não é equipe, é um grupo, é um bando de ex-jogadores em atividade (alguns), peladeiros (outros) e, o que é pior, muito mal treinado (s). Sem técnica, sem tática, sem nada. Dá uma tristeza enorme assistir. É série “C” na certa!!!

Por isso é que, enquanto estivermos nesta situação, não falarei mais sobre futebol profissional (será) do Vitória.

Os nossos próximos textos tratarão somente da construção de um novo CLUBE. Do possível FUTURO e quase impossível também, pois o pior cego é (ou são) aquele que não quer enxergar, principalmente por conveniência (farinha pouca meu pirão primeiro), por não querer largar o osso.

Tratarei exclusivamente das SUGESTÕES para alteração do estatuto do ESPORTE CLUBE VITÓRIA com o objetivo de torná-lo DEMOCRÁTICO, PROFISSIONAL, TRANSPARENTE E VENCEDOR.

Portanto meu amigos sofredores rubro-negros, gostaria que todos aqueles que desejam participar da construção de um NOVO ECV enviassem suas sugestões divididas em quatro grandes pilares:

1- ESTRUTURA DO CLUBE E SEUS SÓCIOS

2- FORMA DE ELEIÇÃO DOS CONSELHEIROS E DIRIGENTES

3- ATRIBUIÇÕES REGULAMENTADAS DESTES

4- MODELO DE GESTÃO.

Então estamos acordados, nos meus próximos textos estarei externando meu ponto de vista sobre cada um desses pilares, detalhando-os quando necessários e aguardando suas críticas e sugestões. Estamos combinados?

CHEGOU A HORA DE CONTRIBUIRMOS PARA A CONSTRUÇÃO DE UM ECVITÓRIA DEMOCRÁTICO, PROFISSIONAL, TRANSPARENTE E VENCEDOR.

Depois não adianta ficar chorando pelo leite derramado!!!

VITÓRIA, AGORA MAIS DO QUE NUNCA, VOCÊ É (E SERÁ) A SOMA DE TODOS NÓS!!!

Anúncios

A tristeza de Monalisa.

Olá amigos rubro-negros!

Desculpem-me, mas não tenho outra coisa a fazer a não ser ser repetitivo, literalmente… Quando pensamos que chegamos ao fundo do poço, eis que cavam mais e mais e desse jeito vamos acabar saindo no Japão, do outro lado do mundo, tão profundo está e será o buraco que estão cavando para o OUTRORA GLORIOSO ESPORTE CLUBE VITÓRIA. Sei que já falei, repeti, “trepeti”, sei lá mais o quê, mas não tem outro jeito…

Não adianta a gente ficar dizendo que A BOLA NÃO ENTRA POR ACASO. Tudo que acontece em campo é reflexo ou resultado de um trabalho (ou falta dele – de qualidade) que foi feito fora de campo e que envolveu todo mundo, seja dirigentes, comissão técnica e jogadores… Assim o foi e assim o será sempre.

Não são nomes – presidente A, B ou C e diretor A, B ou C – que irão mudar esta realidade e sim um novo modelo de planejamento e gestão (estratégicos), começando pela alteração estatutária, definindo que CLUBE se quer ter e como ele deve ser gerido. O modelo atual e o modus operandi atual estão falidos, exauridos. O mundo é outro. Não existe espaço para amadores no mundo de profissionais. Tem que se parar de compor o quadro diretivo com fulano que é do grupo A, sicrano que é amigo do mangangão do grupo B, beltrano que tem isso ou aquilo… E a competência, a experiência, qualificação onde ficam? Para reflexão de quem de direito.

E a relação com o torcedor que há muito não existe, como ficará? Precisa-se rever e por em prática isso o mais rápido possível. O Vitória é do torcedor e para ele e por ele tudo deve ser feito. DEMOCRACIA, TRANSPARÊNCIA E PROFISSIONALISMO são e serão as bases do sucesso. Quem é ou será o pai da criança? Nada que eu já não tenha escrito antes. Leiam os nossos textos anteriores.

Pois é meus amigos, este preâmbulo foi somente para contextualizar o vexame que o time do Vitória deu dentro do Barradão no sábado (09/05), na sua estreia no Campeonato Brasileiro da série “B” 2015, perdendo para o Sampaio Correia do Maranhão de 2 X 0, levando a já sofrida torcida rubro-negra ao desespero e a vaiar, mais uma vez, o decepcionante time (elenco?).

Vou plagiar o blogueiro Fábio Monteiro (Casa Rubro-Negra) que escreveu: não dá pra fazer comida boa com ingredientes de péssima qualidade e com cozinheiro ruim, ainda mais depois desses ingredientes já terem sido provados e reprovados. Não existe cozinheiro bom para ingredientes ruins e vice-versa. E o psicológico coletivo do grupo? Quem será o BODE EXPIATÓRIO (ou os) da vez?

Mas “sêo minino” o que tudo isso que o sinhô escreveu tem a ver com o título deste texto? São tantas coisas para escrever ou para não escrever que eu até quase me esqueci. Mas antes deixa eu dizer (repetir) mais uma outra coisa. Espero que acabem com o CAMAROTE da diretoria e conselheiros na parte central do Barradão, pois em todo final de jogo (decepções), os torcedores enfurecidos vão protestar lá em frente, precisando da proteção da Polícia Militar para não ser invadido. E o que é pior, já estão querendo ir protestar na área das Presidências. É preocupante!!!

Estava eu assistindo o jogo (ECV X Sampaio Correia) junto da Tribuna de Imprensa, me protegendo da chuva, quando eu olho para dentro e vejo uma moça filmando o jogo, balançando negativamente a cabeça e com uma das expressões mais contida e triste que eu já vi nos últimos jogos, retratando todo o sentimento do sofrido torcedor rubro-negro. Eu, tão triste quanto, olhei para ela e chamei a sua atenção perguntando se ela era torcedora do ECVITÓRIA, no que me confirmou. Então eu lhe disse que a estava fotografando mentalmente e que em homenagem a ela e a todos os sofredores rubro-negros iria dedicar a ela o meu texto desta semana, intitulado-o de “A TRISTEZA DE MONALIZA”.

DIAS MELHORES HÃO DE VIR. SERÁ???

VITÓRIA, VOCÊ É A SOMA DE TODOS NÓS!!!

%d blogueiros gostam disto: