Arquivo mensal: julho 2018

Errar é humano, mas…

Olá amigos rubro-negros!

Errar é humano, mas permanecer no erro é… Perder duas partidas, de goleada (4 X 1/Sardinha e 4 X 0/CAP), em oito dias, para times que estavam na zona de rebaixamento, é demais!!! Por maior que fosse o amor de Ricardo David por Mancini, essa não deu pra segurar. Foi uma questão de escolha: ou cai um ou o outro se desgastaria mais ainda do que já está.

Que o elenco era fraco, já estávamos cansados de saber; que os novos contratados não reforçaram em nada o time, estamos descobrindo da pior maneira possível (falei isto na semana passada). Cadê os assessores? Cadê a CENTRAL DE INTELIGÊNCIA? Cadê o monitoramento de atletas de alta qualidade? CENTRAL ACÉFALA? Sei não, heim? Pelo menos os resultados têm sido os mais pífios possíveis. Sem querer ser alarmista, vislumbramos um futuro nebuloso. Vamos pedir a Deus para que não seja, mas…

Esse Mancini é ou não é cabeça dura? Achar que podia tirar leite de pedra indefinidamente? Time ruim tem que jogar fechado e por uma bola. Não temos a pior defesa do campeonato à toa, não é mesmo? Ganhamos para o Sport Recife na quinta-feira (26/07) graças às boas atuações de Aderlan e Ronaldo. Infelizmente nesse domingo um não jogou e o outro sentiu o reflexo de uma zaga horrorosa.

No meu texto da semana passada (Seu time está em crise?), esquecemos de mencionar que o CAP estava na lanterna e em crise e que seríamos um dos seus adversários… Triste constatação. Perder é normal, mas ser goleado em oito dias por dois peixes pequenos, aí já é sofrimento demais. Não dá mais pra segurar: EXPLODE CORAÇÃO!!!

Ontem (29/07), após a vexatória goleada para o Atlético Paranaense, na Arena da Baixada, cheio de hematomas por todo o corpo e a cabeça a ver estrelas, com os torcedores rubro-negros expelindo sangue por todos os lados, escrevi a seguinte mensagem para alguns grupos do whatsApp: “Amigos, amanhã escreverei e postarei um texto sobre essa vexatória situação em que nos encontramos. O momento é de humildade e sabedoria. Quem não as tiver, procure tê-las. SRN” .

Quando, em janeiro deste ano, juntamente com um grupo de torcedores, tivemos uma reunião com o recém-eleito Presidente do ECVitória, Ricardo David, dentre os diversos assuntos tratados, desejamos sucesso na sua gestão e pedimos que ele tivesse humildade e sabedoria para cumprir seu plano de ação e não incorrer nos mesmos erros de gestões anteriores, pois acreditávamos muito em tudo que ele havia prometido na campanha, motivo pelo qual o apoiávamos. Quer conhecer verdadeiramente um homem, dê poder a ele.

Mas sêo minino o que é que acontece na corte, no núcleo do poder? Será que ninguém tem coragem de dizer para o mandatário que se ele não corrigir os rumos da sua gestão, irá cair num precipício sem fundo? Ninguém ousa contrariar O PRÍNCIPE, mesmo sabendo que o rei está nu? E a pergunta que não quer calar: será que não há liberdade para os assessores e membros da diretoria manifestarem-se?

Fazer o correto é obrigação de todo aquele que se propõe a ser gestor de algo e em especial do Leão da Barra. Quem não tem competência não se estabelece. Formar uma equipe eficiente e qualificada, seja administrativamente ou em campo, é o mínimo que se espera de um bom gestor (será?). Delegar competências e ter humildade e sabedoria para ouvir é mais que um atributo necessário ao sucesso de qualquer gestor. Aquele que não os tiver, procure tê-los.

Ontem, meia-noite e eu buscando a melhor forma de apresentar os caminhos das pedras. Mostrar o óbvio? Como é difícil!

Acabou a quarta era MANCINI! Quem o sucederá? Mais uma vez será necessária muita sabedoria para escolher o sucessor. Alguns nomes são só rejeição: Guto Ferreira, Galo e outros que estiveram em Itinga nos últimos tempos. Tem que ser um treinador que chegue com moral, que dê um choque de gestão nesses jogadores acomodados e, principalmente, que tenha maturidade suficiente para enaltecer o nome do nosso outrora GLORIOSO ESPORTE CLUBE VITÓRIA.

VITÓRIA, VOCÊ É A SOMA DE TODOS NÓS!!!

Anúncios

Seu time está em crise?

Olá amigos rubro-negros!

Seu time está em crise? Jogue com o Vitória que ele resolve os seus problemas. Parece brincadeira, mas não é. Tem sido assim nos últimos tempos: qualquer sardinha ou outro peixe pequeno que estivesse em dificuldade, bastou jogar contra o Vitória para sair da crise.

Que o elenco de 2018 do OUTRORA GLORIOSO ESPORTE CLUBE VITÓRIA era fraco e medíocre todos nós sabíamos. Que continua igual ou pior, estamos sabendo da pior maneira possível. Que falta desconfiômetro na diretoria e comissão técnica, todos nós sabemos, porém eles fingem que não sabem ou não se deram conta disso. Parece ou não parece um bando de amadores falastrões?

Pobre de nós brasileiros, baianos e torcedores rubro-negros: sempre enganados. Triste realidade! Se eles tivessem consciência da limitação do elenco, escalariam um time mais consistente defensivamente, mas não, ficam se achando os reis da cocada preta. Pé de pato, mangalô, três vezes! Novamente? Sai ziquizira!

Em meus textos, tenho dito e repetido que “a sorte sempre acompanha os competentes”. Para os cabeças duras, vaidosos e arrogantes a desculpa é de que a bola não entrou. Para estes dizemos que “A bola não entra por acaso”. Gestão no futebol é coisa para profissionais e competentes. Não tem espaço para amadores e aprendizes de feiticeiro. E são pessoas desse tipo que têm aparecido na Toca do Leão nos últimos tempos.

Ontem (22/07), fomos humilhados e escrachados pelas sardinhas na nossa outrora casa de veraneio. Temos que ser sinceros e reconhecer que 4 X 1 foi pouco. Podíamos ter saído da Fonte Nova com uma goleada maior e histórica. Deus é mais! Vade retro!

E agora amigos de infortúnio, o que esperar para os próximos capítulos? Só Deus sabe! Estamos vivendo sobressaltados cada dia deste ano. Sofrimento atrás de sofrimento. Mas, como diz o velho pensador: a esperança é a última que morre. Isso se sobrevivermos. Haja coração!

As estreias desse domingo não surtiram efeito. O Bou perdeu um gol feito logo do início e depois não disse pra que veio; Erick, jogador mediano; Arouca, não repetiu a sua atuação do jogo anterior. Será que os outros novos contratados poderão melhorar o conjunto? Sei não, viu? Está difícil, pois se fossem lá essas coisas, Mancini os teria colocado para jogar. Parece que tivemos uma troca de seis (os que saíram) por meia dúzia (os que chegaram). Vamos orar e torcer para que algum deles seja melhor.

Na próxima quinta-feira (26/07 – 19h30), no Barradão, enfrentaremos o 10º colocado Sport Club do Recife, jogo válido pela 15ª rodada do brasileirão. O Sport vem de quatro jogos sem vencer (perdeu três – Fluminense, Ceará e Vasco – e empatou um – Grêmio). Jogo dificílimo, pois a equipe pernambucana vem com toda a vontade para superar sua crise. Meu Deus do céu! O SPORT ESTÁ EM CRISE? VALEI-NOS SENHOR DO BOMFIM!!!

VITÓRIA, VOCÊ É A SOMA DE TODOS NÓS!!!

Pé de pato, mangalô, três vezes!

Olá amigos rubro-negros!

Depois de um longo e tenebroso inverno, a bola está de volta aos gramados brasileiros. Que seja um novo começo para o futebol nacional e em especial para o nosso GLORIOSO ESPORTE CLUBE VITÓRIA que hoje (18/07), às 21 horas, no Barradão – nosso Santuário, enfrenta o Paraná Clube, pela 13ª rodada da série “A”, após trinta e cinco (35) dias de parada para a Copa do Mundo da Rússia – nosso último jogo foi contra o São Paulo, em 12/06, quando perdemos de 3 X 0, encerrando a 12ª rodada na 16ª colocação, com 12 pontos de 36 disputados (33,3% de aproveitamento – sendo 23,8% decorrentes de 5 pontos em 7 jogos fora de casa e 46,7% referentes a 7 pontos em 5 jogos em casa) , fora, portanto, da zona maldita.

A partida desta noite é um jogo de seis pontos, pois o Paraná ocupa a 18ª colocação e é um concorrente direto ao rebaixamento. Temos a obrigação de vencer e vamos!

Retornamos para essa sequência de jogos vislumbrando melhores dias. O elenco foi bastante modificado com a saída de alguns jogadores e a chegada de muitos. Nos últimos dias chegaram oito novos jogadores, sendo que seis deles já estão regularizados na Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e seus nomes já foram publicados no Boletim Informativo Diário (BID) e estão à disposição do treinador para o jogo de hoje.

Eis as novas contratações, com as idades, posições, número das camisas e situação de cada (regularizado ou não – CBF/BID): João Gabriel, 26 anos, goleiro, camisa 34 (regularizado – BID); Arouca, 32 anos em 11/08, volante, camisa 55 (regularizado – BID); Marcelo Benítez (argentino), 27 anos, lateral-esquerdo, camisa 3 (regularizado – BID); Marcelo Meli, (argentino), 26 anos, volante, camisa 73 (regularizado – BID); Walter Bou (argentino), 25 anos em 25/08, atacante, camisa 9, (ainda não regularizado); Bruno Gomes, 22 anos em 19/07, atacante, camisa 96 (regularizado hoje – BID); Erick, 21 anos, atacante, camisa 11 (regularizado hoje – BID); e Ruan Renato, 24 anos, zagueiro, camisa 44 (ainda não regularizado). A expectativa e que todos estejam regularizados para o BAVI de domingo.

De cara, podemos dizer, sem medo de errar, que os jogadores que chegaram são melhores do que aqueles que saíram e, por isso, quando todos estiverem jogando e o time encaixado, deveremos ter um segundo semestre menos sofrido que o primeiro e, quem sabe, até viver momentos de alegria, coisa rara nos últimos tempos, assim como pensar em voos mais altos.

Uma coisa não podemos deixar de relatar: as sardinhas estão em polvorosa, morrendo de medo que esse novo elenco rubro-negro dê liga e estoure a boca do balão. O que acreditamos e esperamos que aconteça o mais rápido possível. Elas (as sardinhas) estão com o secador ligado. Vade retro! Fora bicho ruim! Pé de pato, mangalô, três vezes!

Todos os caminhos nos levam hoje ao nosso SANTUÁRIO. No próximo domingo será a vez das sardinhas. Chegou a hora da virada. Torcemos para que a gestão de Ricardo David engate e dê certo. Somos ECVITÓRIA ACIMA DE TUDO E DE TODOS!

VITÓRIA, VOCÊ É A SOMA DE TODOS NÓS!!!

%d blogueiros gostam disto: