Arquivo mensal: setembro 2012

Nós não ganhamos nada, AINDA… Por Pedro Dórea (*)

Saudações Rubro-negras!

Depois de mais um início de temporada muito ruim neste ano de 2012, onde perdemos o campeonato baiano por nossas próprias falhas na partida decisiva, de triste lembrança para todos nós e especialmente para o nosso goleiro Douglas, estamos tendo um segundo semestre exitoso.

Líder isolado do campeonato brasileiro, com a melhor campanha da era dos pontos corridos, nas séries A e B, o nosso Vitória está muito próximo de atingir sua meta principal desta temporada, que é conseguir o acesso a série A.

Mas, por todo o esforço realizado pela Diretoria, pelos jogadores e pela torcida, penso que podemos e devemos ir muito mais além. Ninguém é líder há dez rodadas por acaso. Este bom momento do Vitória é fruto de vários fatores que, somados, proporcionaram um ambiente favorável no clube e, de forma competente, humilde, determinada e responsável, vem, passo a passo, se aproximando dos objetivos planejados pela Diretoria do Vitória para o futebol profissional.

Quando um clube estruturado como o Vitória se planeja adequada e profissionalmente, todos os segmentos da instituição tendem a apresentar resultados favoráveis. Seja nas Divisões de Base do Futebol ou nos Esportes Olímpicos (vôlei, basquete, remo, judô, etc.) ou Paraolímpicos (natação), temos tido resultados muito exitosos e promissores. Cabe enaltecer o trabalho desenvolvido pela Diretoria das Divisões de Base e pela Diretoria de Esportes Olímpicos, que já dão e por certo ainda darão muitas alegrias, conquistas e títulos ao Esporte Clube Vitória e a nossa torcida.

Para que o planejamento traçado seja efetivado adequadamente e apresente os resultados esperados é necessária uma sólida e responsável gestão administrativa e financeira do clube, que possibilite os investimentos necessários e possíveis, dentro das metas gerencialmente estabelecidas pela Diretoria. Portanto, também neste aspecto a Diretoria do Vitória está de parabéns.

Voltando a falar sobre futebol profissional, nunca é demais salientar que NENHUM ACESSO OU MESMO TÍTULO SE CONQUISTA DE VÉSPERA. Ainda temos uma jornada com duras disputas a superar.

Até então o Vitória tem protagonizado um grande papel neste campeonato, MUITO MAIS DO QUE QUALQUER OUTRO CLUBE DESTE PAÍS QUE JÁ DISPUTOU O CAMPEONATO BRASILEIRO NA ERA DE PONTOS CORRIDOS, entretanto, cumpre advertir que NADA FOI GANHO, ABSOLUTAMENTE NADA FOI CONQUISTADO, AINDA.

É importante que todos nós (torcedores, diretoria, jogadores, comissão técnica, funcionários do clube e imprensa) mantenhamo-nos focados para que a conquista do acesso e do título da série B para o nosso Vitória ocorram naturalmente e sem maiores sobressaltos.

Méritos da diretoria e da Comissão Técnica, bom elenco de jogadores e competência técnica o Vitória tem demonstrado, até então, que tem de sobra. Mas não podemos dar nenhum vacilo, nem tampouco sermos soberbos, pois a humildade é a essência da sabedoria e sempre acompanha os vencedores.

Há arautos maledicentes cercando e secando o Vitória, e não há como ignorá-los. Por isso, devemos manter o foco direcionado para frente e para cima, pois se queremos atingir o acesso e o título do campeonato, ainda resta superar um pedaço do caminho, bem menos do que antes, mas ainda temos que superá-lo.

Nesta linha, entendo que AOS JOGADORES CABE UMA RESPONSABILIDADE MAIOR, POIS SÃO ELES QUE ESTÃO EM CAMPO E OS RESULTADOS DEPENDEM DA DEDICAÇÃO, PROFISSIONALISMO, ESFORÇO E COMPETENCIA DE TODOS ELES. Este grupo já deu provas que tem todos estes requisitos, mas saliento novamente que a competição não acabou e os objetivos do Vitória não foram alcançados, AINDA…

Mesmo sendo um assunto de menor relevância para os objetivos do Vitória e somente como uma opinião de um torcedor, gostaria de minimizar a celeuma alimentada por parcela da imprensa em torno de um jogador importante que teve a honra de colocar a braçadeira de capitão do Vitória e supostamente estaria queixoso por não estar sendo aproveitado pelo técnico, apesar de curado de lesão.

Sendo ele um atleta originário das divisões de base do Vitória e com contrato próximo do final, somente a ele caberá refletir sobre o seu comportamento e atitude, bem como sobre a oportunidade e o desafio que se apresenta neste momento importante para o clube e para o próprio atleta.

No futuro próximo, ele poderá se destacar profissionalmente como líder e exemplo de jogador a ser seguido, com interesse do Vitória na renovação do seu contrato e com mercado em qualquer grande clube do Brasil, ou, em sentido contrário, ele se destacará como um jogador com comportamento pouco profissional a não ser mais aproveitado pelo clube que o formou, para, quem sabe, ser utilizado temporariamente por algum time considerado isca (tipo sardinha) do futebol nacional, conforme expressão destacada com propriedade pelo treinador Joel Santana.

Saliento que não será este fato menor e isolado que determinará o nosso acesso à Serie A e a conquista do título da Serie B, mas sim a força do grupo e do elenco dos jogadores, da comissão técnica, da diretoria e do apoio dos torcedores, sempre focados na busca do melhor resultado em cada partida, como se aquele jogo fosse o último e decisivo. E, na verdade, cada partida é realmente uma decisão, até que conquistemos o título, é assim que deve ser.

Não conquistamos nada, AINDA…

Entretanto, como depende somente de nossos próprios esforços, digo-lhes: VAMOS SUBIR NEGO….

(*) Pedro Dórea – Bel. em Direito e Conselheiro do ECVitória

Anúncios

Atitude é tudo

Olá amigos rubro-negros!

Foco, determinação, raça e atitudes foram fundamentais para a brilhante vitória do LEÃO DA BARRA sobre a forte equipe do Goiás, por 3 X 1, na tarde de sábado, no BARRADÃO. Foi uma festa memorável, protagonizada por mais de trinta e cinco mil corações rubro-negros que lotaram, apoiaram, torceram, sofreram, vibraram e incendiaram o nosso SANTUÁRIO. Uma festa digna de decisão de campeonato, num jogo de seis pontos.

O que vimos nesse jogo nos deixou mais tranquilo quanto à conquista do título do Campeonato Brasileiro da série “B” deste ano. Os motivos? Primeiro, que o time entrou ligado, com vontade, com fome de bola e sangue no olho para matar o jogo, fazendo um gol logo no início da partida; mesmo depois do empate, continuou procurando fazer o resultado, apesar de algumas “bragas” do Bob que não esteve numa tarde das mais felizes, sendo, talvez, o único que destoou do grupo; outro ponto é que acabamos com o estigma de jogos decisivos no Barradão lotado. Não demos sopa para o azar e confirmamos a máxima de que a sorte sempre acompanha os competentes. Atitude é tudo!

Prova disso foi o comportamento dos jogadores após o final da partida: foram celebrar com a torcida, demonstrando/reconhecendo a importância dessa cumplicidade para a construção do resultado da partida. Eles jogaram suas camisas para os torcedores e estes os aplaudiram emocionadamente. MOMENTO MÁGICO.

Mais uma vez ficou provado que cada jogo daqui pra frente deverá ser encarado como uma decisão, pois, como já dissemos, não existe adversário fácil, seja dentro ou fora do BARRADÃO. A raça, a determinação, o foco e a vontade de ser CAMPEÃO têm que estar sempre presentes nas mentes de todos nós – comissão técnica, diretoria, jogadores e torcedores. Não devemos nos esquecer que os resultados positivos são diretamente proporcionais à vontade de vencer.

Falando do jogo, não poderíamos deixar de destacar as atuações de Deola, Gabriel, Elton, Tartá, Dinei e Marquinhos, além dos laterais Gilson e Carlinhos. Parabéns à comissão técnica que fez as substituições certas na hora certa. É assim mesmo, time que quer ser campeão tem que ser ousado, tem que jogar pra frente sem, contudo, descuidar-se do adversário. Humildade e respeito são qualidades dos sábios e vencedores.

Neste segundo turno, estamos com a mesma performance dos sete primeiros jogos do primeiro turno: treze pontos ganhos em vinte e um disputados, ou seja, um aproveitamento de quase sessenta e dois por cento (61,9%). No geral, até a vigésima sexta (26ª) rodada, com cinquenta e sete (57) pontos ganhos de setenta e oito (78) disputados, o nosso GLORIOSO ESPORTE CLUBE VITÓRIA está com um aproveitamento de mais de setenta e três por cento (73,1%), campanha de CAMPEÃO.

Vou narrar um fato interessante que aconteceu duas horas antes do jogo, no local de concentração dos torcedores rubro-negros (Passarela do Álcool do Barradão), quando, na companhia do colega da SEFAZ/BA (Olavo Oliva) e seus filhos, tirarmos uma foto com todos mostrando três dedos em uma mão e um dedo na outra, profetizando o placar do jogo para o ECV (3 X 1) e que também seria o placar inverso dos sardinhas (a foto está postada no blog http://www.rocharubronegro.com). ROCHADAMUS VOLTOU!!!

VAMOS SER CAMPEÕES BRASILEIROS DA SÉRIE “B” ESTE ANO, CQC.

VALEU VITÓRIA, VOCÊ É A SOMA DE TODOS NÓS!!!

O resultado é proporcional à vontade de ganhar

Olá amigos rubro-negros!

Você tem que fazer por merecer a vitória. Não existe "galinha morta" no campeonato brasileiro, seja série "A" ou "B". Você pode até não ganhar, mas tem que jogar querendo ganhar, pois o resultado é proporcional à esta sua vontade. O time tem que se impor. Tem que ter foco. Tem que ter raça. Tem que ter determinação. Dessa maneira terminei o meu texto da semana passada (Venceu, mas não convenceu) e começo este.

A repetição é somente para chamar a atenção para o desempenho do time do VITÓRIA nos seis jogos deste segundo turno: quatro empates e duas vitórias (sofridas) – dez (10) pontos ganhos em dezoito (18) disputados, ou seja, um aproveitamento de pouco mais de cinquenta e cinco por cento (55,5%). No primeiro turno o nosso aproveitamento foi de 77,2% – ganhou 44 dos 57 pontos disputados. Na competição como um todo, até agora, o nosso GLORIOSO VITÓRIA é o líder com 54 pontos de 75 disputados – aproveitamento de 72,0%.

Neste segundo turno, fora de casa, ganhamos três pontos em nove disputados – 33,3% de aproveitamento, enquanto que no primeiro turno a nossa performance foi de 73,3%, ou seja, ganhamos sete partidas, empatamos uma e perdemos duas, ou seja, vinte e dois (22) pontos ganhos em trinta (30) disputados. Dentro de casa, estamos com 77,8% de aproveitamento, ganhamos sete pontos de nove disputados – no primeiro turno, tivemos uma performance de 81,5%, 22 pontos ganhos de 27 disputados.

E aí amigos, o que aconteceu com o nosso time? Acomodou? Será algum problema extra-campo? Está dormindo em "berço esplêndido" ou realmente está caindo de produção? A resposta para estas perguntas vai ser dada no jogo do próximo sábado (22/09), quando enfrentaremos, no Barradão, às 16 horas, o Goiás (3º colocado – 49 pontos), num duelo de seis pontos. Será um jogo decisivo. Será um jogo de revanche, pois não sai das nossas cabeças aquela derrota por 4 X 3, quando estávamos vencendo por 3 X 0. Já queimamos todas as gorduras possíveis. Não vamos ficar anoréxicos. Precisamos voltar a ser o VITÓRIA do primeiro turno. Não podemos deixar a peteca cair. Temos que voltar a vencer e a convencer.

VAMOS LOTAR O NOSSO SANTUÁRIO. VAMOS APOIAR O NOSSO LEÃO DA BARRA.

SÁBADO É DIA DE FESTA. SÁBADO É DIA DE FOLIA. SÁBADO É DIA DE ALEGRIA.

SOMOS LÍDERES E VAMOS SER CAMPEÕES ESTE ANO, CUSTE O QUE CUSTAR.

VITÓRIA, VOCÊ É A SOMA DE TODOS NÓS!!!

Venceu, mas não convenceu

Olá amigos rubro-negros!

O que vou escrever a seguir, o fiz antes do jogo de ontem à noite (11/09), quando vencemos a equipe mineira do Boa Esporte, no maior sufoco, por 3 X 2, no Barradão. Poderíamos ter saído goleados, caso o Boa fizesse os gols que perdeu nos primeiros trinta minutos do jogo. Vimos um VITÓRIA sonolento, apático, sem brilho, brio e tudo de ruim que um time pode ter. Saltos altos, altíssimos. Felizmente a sorte estava do nosso lado e, quando o time do Leão da Barra resolveu se movimentar um pouquinho, conseguiu virar o jogo, ainda no primeiro tempo, para 2 X 1, depois de estar perdendo. Como já disse, a sorte acompanha os competentes, porém não devemos abusar dela. Vamos fazer a nossa parte.

Mas o que eu tinha mesmo a dizer era o seguinte:

Vamos parar com o discurso de que o time está cansado, que são muitas partidas num curto espaço de tempo, que todo mundo vem fechado para jogar contra o VITÓRIA, que todo mundo endurece o jogo, que todo mundo quer vencer o líder, etc, etc, etc…

Temos mais outros dezenove times disputando o mesmo campeonato, jogando no mesmo intervalo de tempo, com os mesmos objetivos, ora bolas! Isso não é argumento. Vamos deixar de churumelas! Quem muito fica olhando a casa dos outros esquece a sua. E aí eu lhe pergunto: o time do VITÓRIA está fazendo a sua parte neste segundo turno? Está se impondo dentro e fora de casa? Precisamos melhorar a nossa performance? Estamos convencendo, jogando um futebol brilhante como o fizemos no primeiro turno? Não precisam responder. São perguntas somente para reflexão, para dar uma sacudida, chamar a atenção.

Continuo acreditando, confiante na equipe (jogadores e comissão técnica). Sabemos que a diretoria tem conscientizado a todos, alertando para o fato de que ainda não conquistamos nada e que muito se tem ainda por fazer. Ontem mesmo o Vice-Presidente Carlos Falcão nos informou sobre isso e que já teríamos um time diferente em atitude no jogo contra o Boa Esporte. Vencemos, mas não convencemos.

Precisamos ficar alertas e mudar o discurso, que tem que ser o seguinte: VAMOS VENCER E CONVENCER. VAMOS LUTAR COM GARRA E DETERMINAÇÃO.

No próximo sábado à tarde (15/09), teremos um jogo muito difícil contra o Guarani, no Brinco de Ouro, pela 25ª rodada. Depois, vamos jogar quatro partidas seguidas aos sábados, ou seja, somente uma vez por semana, 22/09 (26ª rodada, contra o Goiás, no Barradão), 29/09 (27ª rodada, contra o Avaí, no Ressacada – SC), 06/10 (28ª rodada, contra o ABC, no Barradão ) e 13/10 (29ª rodada, contra o Paraná, no Durival de Brito – PR).

Vamos ser humildes, respeitando os adversários, mas vamos prá cima, abafar, abalar e ganhar de quer que seja. O time tem que voltar a ter a mesma pegada de antes, tem que voltar a ter sangue no olho.

FOCO É FOCO, RAÇA É RAÇA E DETERMINAÇÃO É DETERMINAÇÃO.

VAMOS SER CAMPEÕES ESTE ANO, CUSTE O QUE CUSTAR.

VAMOS LÁ VITÓRIA, VOCÊ É A SOMA DE TODOS NÓS!!!

Precisamos melhorar neste segundo turno

Olá amigos rubro-negros!

A campanha do nosso GLORIOSO ESPORTE CLUBE VITÓRIA precisa melhorar neste segundo turno. Estamos mal acostumados? Não. Estamos, sim, conscientes que temos o melhor plantel dessa série "B" e não nos conformamos com qualquer coisa. Não devemos ficar comparando o rendimento deste segundo turno com a performance das quatro partidas iniciais do primeiro turno, quando ganhamos sete pontos de doze disputados, ou seja, um aproveitamento de 58,3%, mesmo assim, maior que os 50% de aproveitamento de agora. Devemos, sim, comparar com a performance de todo o 1º turno, quando conseguimos ter a melhor campanha da era dos pontos corridos, superando, inclusive, a do Corinthians. Ganhamos 44 pontos de 57 disputados – 77,2% de aproveitamento. Pronto, esta é a performance que queremos do Leão da Barra neste segundo turno.

Para isso, é preciso que ele vença o Boa Esporte amanhã (11/09), as 19:30 horas, no Barradão; ganhe do Guarani no próximo sábado, 15/09, as 16 horas, no Brinco de Ouro; e ganhe do Goiás, no Barradão, dia 22/09 (sábado – 16 horas). Se isso acontecer, passaríamos a ter, neste segundo turno, um aproveitamento de 71,4% – 15 pontos ganhos em 21 disputados – ou seja, melhor que os 50% atuais e próximo dos 77,2% do primeiro turno.

Continuamos em primeiro lugar com quatro pontos à frente do Criciúma, segundo colocado, e sete pontos a mais que o terceiro colocado Goiás. Ainda estamos numa posição confortável, porém devemos ficar com a orelha em pé, pois nunca se sabe. "Seguro morreu de velho".

O nosso aproveitamento total, até a 23ª rodada, é de 72,4% (50/69 pts.), sendo 78,2% dentro de casa (26/33 pts.), e 66,7% fora de casa (24/36 pts.).

Nesta terça-feira (11/09), temos que lotar novamente o nosso Santuário, para vencermos e convencermos. E o que precisa: RAÇA, DETERMINAÇÃO E MUITA VONTADE DE GANHAR.Time nós temos, porém não devemos esquecer que "humildade e canja de galinha não fazem mal à ninguém".

VAMOS SER CAMPEÕES ESTE ANO, CQC.

VAMOS LÁ VITÓRIA, VOCÊ É A SOMA DE TODOS NÓS!!!

Comentando as Crônicas – Por Pedro Dórea (*)

Caro Rocha (e amigos rubro-negros):

Ao tempo que o parabenizo pela iniciativa, saliento que você contará com todo nosso apoio.

Se Deus quiser, estaremos presentes nestas festas:

1) Subida do Vitória para a série A;

2) Comemoração do Título da Serie B; e

3) Lançamento do seu livro.

Para que os dois primeiros objetivos sejam alcançados é imprescindível que o time mantenha a dedicação, a humildade, a determinação, a raça, a competência, a humildade, a consciência das dificuldades a enfrentar, tudo isso sob a austera e necessária supervisão da Diretoria do Vitória e de seus Conselheiros, pois ainda não temos nada conquistado, mas estamos no caminho certo, graças ao bom trabalho realizado NESTE ANO pelo Presidente Alexi Portela, que foi tão criticado por mim nos dois últimos anos (2010/2011) que deixou marcas e tristes lembranças para todos nós, inclusive para o próprio Presidente.

A postura da Diretoria do Vitória atualmente, ATÉ ENTÃO, é completamente diferente dos anos anteriores em que fracassamos em quase tudo no futebol profissional, pois, como sempre, a nossa Divisão de Base salvou nosso período, com o único título conquistado (Copa do Nordeste).

Precisamos, como torcedores, estar vigilantes e críticos, sempre pensando no bem do Vitória, pois não se conquista NADA, ABSOLUTAMENTE NADA, antes de sua conclusão e estamos AINDA no meio do caminho e falta um trecho razoável para os objetivos sejam conquistados.

Mas tenham certeza de que as conquistas não se apresentarão graciosamente para o nosso Vitória, terá que ser fruto do esforço e da competência do time que, em campo, ainda terá buscar as Vitórias necessárias que nos levarão ao Acesso a serie A e ao Título. Que o treinador realize em suas preleções antes das partidas, a advertência aos jogadores sobre os inexplicáveis fracassos diante do Goias (em que perdemos após uma virada incrível de 4 X 3) e do Bragantino (em que perdemos por 1 X 0, em pleno Barradão), para que não se repitam tais situações.

Caro Rocha, ai sim, seu livro será lançado com muito mais alegria, pois ele representará um novo ciclo no Vitória, com foco na profissionalização da gestão e no planejamento responsável para a busca de resultados cada vez mais grandiosos para o nosso glorioso clube do coração rubro-negro.

Sigamos em frente e determinados, DIRETORIA, TIME, TORCIDA e CONSELHEIROS, que tudo dará certo.

(*) Pedro Dórea – Bel. em Direito e Conselheiro do ECVitória

“Crônicas de um coração rubro-negro” – o livro

Olá amigos rubro-negros!

Desde que comecei a escrever sobre o desempenho do nosso GLORIOSO ESPORTE CLUBE VITÓRIA, isso em outubro/2011, o fiz com a intenção de deixar registrados os meus pensamentos, as minhas impressões, as minhas críticas, as minhas sugestões, enfim, tudo que estivesse sentindo em determinado momento. Em cima disso, poetizei, profetizei (Rochadamus), "alquimizei" e tantas outras coisas mais. Depois de um tempo, alguns colegas e amigos começaram a sugerir que eu juntasse esses textos e os transformasse em livro. Após quase um ano, aceitei as sugestões e resolvi editá-lo a partir do que foi escrito por mim e amigos, assim como os comentários sobre cada texto feitos nos blogs http://www.ecvitorianoticias.com e http://www.rocharubronegro.com. Desta forma está nascendo o livro "Crônicas de um coração rubro-negro", o qual pretendo lançar no final do ano, em comemoração à subida do Leão da Barra para a série "A" e, se Deus quiser, com o nosso VITÓRIA campeão da série "B".

Portanto meus amigos, foram tantas emoções vividas e relatadas/retratadas nos nossos textos neste período que no mês de outubro darei um corte, juntando textos e comentários, encaminhando-os para a editora preparar o nosso livro. Será, com certeza, mais um filho dessa nossa caminhada, e que compartilharemos com toda a NAÇÃO RUBRO-NEGRA.

Aproveito a oportunidade para agradecer aos leitores, aos parceiros de escrita, com os quais muito aprendi, e, em especial, ao Lucas Serra do blog http://www.wcvitorianoticias.com pelo espaço cedido.

Mudando de assunto, não poderíamos deixar de falar do grande jogo de ontem (04/09), quando a NAÇÃO RUBRO-NEGRA lotou o nosso SANTUÁRIO, aplaudindo e apoiando o time do início ao fim do jogo VITÓRIA 2 X 2 Criciúma, mantendo o LEÃO DA BARRA na liderança do campeonato, com os mesmos três pontos de vantagem. Foi eletrizante. Foi teste prá cardíaco nenhum botar defeito. Suspense do primeiro ao último minuto. Foi festa. Foi emoção. Foi demais!

VAMOS SER CAMPEÕES DA SÉRIE "B" DESTE ANO, CQC.

VITÓRIA, VOCÊ É A SOMA DE TODOS NÓS!!!

VITÓRIA X Criciúma: o jogo

Olá amigos rubro-negros!

Chegou o momento da onça beber água. O nosso GLORIOSO ESPORTE CLUBE VITÓRIA tem se firmado como a melhor equipe da série "B" deste ano. Para isso, aprendeu com os seus erros do passado, fez um planejamento mais qualificado e montou uma equipe com valores de primeira, tanto no aspecto quantitativo, quanto e principalmente no qualitativo. Não podemos deixar de reconhecer os méritos da comissão técnica e dos dirigentes. O time está "azeitado", consistente e com padrão de jogo de série "A".

No jogo do sábado passado (01/09), diante do América de Natal, no Estádio Nazarenão, na cidade de Goianinha-RN, mesmo empatando por 2 X 2, o time do Leão da Barra passou confiança ao torcedor, pois vimos, como já dissemos, um time compactado, consistente e com padrão de jogo, mesmo não fazendo a sua melhor partida.

Amanhã (04/09), terça-feira, às 19:30 horas, teremos o grande duelo da série "B" deste ano, talvez o jogo que decidirá o futuro campeão, VITÓRIA X Criciúma. Uma partida decisiva e emblemática para o VITÓRIA, pois temos que acabar com a síndrome dos jogos decisivos dos últimos dois anos. Amanhã é vencer e vencer. A hora é agora. Será mais uma batalha dificílima, onde os nossos guerreiros deverão ter muita concentração, respeito e humildade, devendo ficar ligados os noventa minutos da partida. Não devemos vacilar. A tranquilidade, a confiança e o equilíbrio farão a diferença.

Nós, torcedores, também temos que fazer a nossa parte e lotar o Barradão, transformando-o, como sempre, num verdadeiro caldeirão, aplaudindo e apoiando o time o tempo todo, fazendo a grande diferença, sendo o 12º jogador.

VAMOS SER CAMPEÕES ESTE ANO, CQC.

"VAMO" QUE "VAMO" VITÓRIA, VOCÊ É A SOMA DE TODOS NÓS!!

%d blogueiros gostam disto: