Arquivo da categoria: Rocha

Começamos bem?

Olá amigos rubro-negros!

Conforme disse no meu texto de 14/01 “2019: Pode acontecer tudo, …”, caso o time sub 23 do ECVitória conseguisse um resultado positivo no jogo de estreia do Nordestão, contra o CSA, no Estádio Rei Pelé, em Maceió-AL, daria meu braço a torcer e escreveria outro texto exaltando o resultado e pedindo desculpas, o que faço agora. Para mim foi uma surpresa o empate em 1 X 1. Mais ainda pelo que vimos da meninada jogando como gente grande, com segurança e vontade. Parabéns!

Começamos bem? Acredito que sim, pois foi um jogo fora de casa e contra uma equipe da elite do futebol brasileiro. Temos que valorizar. Poderia, inclusive, ter saído com uma vitória não fossem os gols perdidos, mas me dei por satisfeito. Os meninos superaram as expectativas, tanto assim que foram mantidos para o jogo deste sábado (19/01 – 16 horas) contra o Moto Club (MA) no Barradão.

Como falei em textos anteriores e nos grupos de WhatsApp, irei à todos os jogos do Leão, pode ser em qualquer divisão, serei sempre Vitória de coração! Com rima e tudo (parte de uma letra de música que divulgarei assim que concluir – rsrsrs).

Vejam a programação dos jogos do ECVitória pelo Baianão (BA), Copa do Nordeste (CN) e Copa do Brasil (CB):

1- 15/01 (terça-feira – 21h30/Maceió-AL/sub 23), 1 X 1 CSA (1ª/8 CN);

2- 19/01 (sábado – 16h/Barradão/sub 23), Moto Club-MA (2ª/8 CN);

3- 24/01 (quinta-feira – 20h30/Barradão/time principal), Vitória da Conquista (1ª/9 BA);

4- 27/01 (Domingo – 16h/Jacobina/sub 23), Jacobina (2ª/9 BA);

5- 31/01 (quinta-feira – 20h30/Barradão/sub 23) Jacuipense (3ª/9 BA);

6- 03/02 (domingo – 17h/Fonte Nova/time principal) BAVI (3ª/8 CN);

7- 07/02 (quinta-feira – 20h30/Barradão/sub 23), Jequié (4ª/9 BA);

8- 13/02 (quarta-feira – 21h15/São Luís-MA/time principal), Moto Club (1ª/n CB);

9- 16/02 (sábado – 16h/Barradão/time principal) Ceará (4ª/8 CN).

Amanhã (19/01 – 16h), todos os caminhos nos levam ao Barradão. Como é bom rever os amigos, beber aquela gelada e degustar aquele churrasquinho VIP na Barraca de Dona Ana, antes da bola rolar. Quem tem estádio próprio é outra coisa. Esperamos que, neste ano, jogar dentro de casa faça a diferença. Que seja um ano de conquistas. Que os nossos amadores dirigentes tenham aprendido com os erros e não façam as mesmas besteiras que fizeram no ano passado – o pior ano do resto de nossas vidas. Que os Anjos digam amém!

Para finalizar, espero que a TURMA DO QUANTO PIOR, MELHOR reflita e perceba que essa bobagem de pegar assinatura do sócio torcedor para convocação de Assembleia Geral para destituição dos Conselhos Deliberativo, Fiscal e Diretor não vai dar em nada e que ninguém é idiota para não saber que eles só querem mídia, defender os seus interesses e que o ECV QUE SE EXPLODA! Quem ama, cuida.

VITÓRIA, VOCÊ É A SOMA DE TODOS NÓS!!!

Anúncios

2019: Pode acontecer tudo, …

Olá amigos rubro-negros!

Amanhã (15/01 – 21h30), começa a saga 2019 do NOSSO OUTRORA GLORIOSO ESPORTE CLUBE VITÓRIA, quando o sub 23 enfrenta o time principal do CSA – Clube Sportivo Alagoano, no Estádio Rei Pelé, em Maceió, pela Copa do Nordeste. O que esperar dessa gestão que nos rebaixou para a série “B” em 2018?

Em 2019 pode acontecer tudo, inclusive nada, assim falou Flávio José na letra da sua música “a natureza das coisas”. No Vitória, com a gestão ilusionista, megalomaníaca, imprevisível, sem planejamento e amadora de Ricardo David & Cia deverá ser a mesma coisa? Eis a questão!

Nobre torcedor e sofredor rubro-negro, você por acaso sabe o que foi planejado para 2019? Você tomou conhecimento de alguma mudança de rumo para este ano? Você soube das metas e objetivos? SE AVEXE NÃO. Eu, você e toda a nação rubro-negra continuamos às cegas sem saber o que está por vir ou o que pode acontecer, pois, como sempre, pode acontecer tudo, inclusive nada… Toda caminhada começa no primeiro passo, pois alguém para ir mais alto vai ter que suar, planejar, gerir, profissionalizar-se, ser humilde, ter sabedoria… Assim é a natureza das coisas.

Está dentro do planejamento ganhar, fora de casa, os primeiros três pontos na Copa do Nordeste, com o sub 23 de um clube rebaixado, jogando contra o time principal e reforçado do CSA, que acabou de subir para a série “A”? Estou escrevendo este texto hoje, pois gostaria imensamente de, depois do jogo de amanhã, caso o resultado seja favorável ao Leão da Barra, dar o meu braço a torcer e escrever outro texto na quarta-feira (16/01), pedindo desculpas e reconhecendo a qualidade estratégica da direção rubro-negra. Estou torcendo para estar errado, mas… Acho muito difícil. Quero ou queria acreditar que começaríamos ou começaremos este novo e FATÍDICO ano de forma VITORIOSA. É esperar e torcer pra ver!

Temos ainda dois outros assuntos a abordar neste texto. O primeiro é sobre os inocentes úteis que teimam em continuar acreditando que desse mato vai sair algum coelho; que RD mudou e que agora está humilde, sábio, reconhecendo os seus milhares de erros e equívocos e agora vai ouvir os anseios da sofrida torcida rubro-negra e colocar em prática todo o seu aprendizado do ano passado. Você acredita nisso? O Natal já passou e PAPAI NOEL não veio, mas você vai continuar esperando por ele… (rsrsrs – sabe nada inocente!).

O segundo assunto é sobre a TURMA DO QUANTO PIOR, MELHOR. Diversos grupos de abutres, pensando em seus interesses pessoais e não do Vitória, querem, a todo custo, sob o argumento da DEMOCRACIA, convocar uma Assembleia Geral para destituir os Conselhos Deliberativo, Fiscal e Diretor e realizar novas eleições gerais. Desculpem-me, mas essa turma ou esse grupo é muito infantil ou qualquer outra coisa e, com certeza, aproveitadores, levados pelas suas conveniências querem CAUSAR para ganhar mídia e se apresentarem como os SALVADORES DA PÁTRIA. De enganadores e aproveitadores já estamos cheios. Esse é o preço da democracia: APRENDER A ESCOLHER CERTO. Mesmo errando no início. Como dissemos, o ser humano é levado pelas suas conveniências, seja lá o que ele defender.

Estamos carentes de altruísmo, de líderes qualificados, de pensadores, de gestores estratégicos e que AMEM VERDADEIRAMENTE O ECVITÓRIA. O tempo é inexorável e ainda não estamos vendo uma luz no fim do túnel. As próximas eleições serão em setembro e até lá vamos torcer e orar para que os Conselheiros e Dirigentes do Esporte Clube Vitória tenham aprendido e errem menos em 2019 e, assim, possamos terminar este ano de volta à primeira divisão e que, principalmente, saibamos escolher os NOVOS (literalmente) CONSELHEIROS E DIRIGENTES para o triênio 2020/2022. Infelizmente os conselheiros e dirigentes do triênio 2017/2019 foram lastimáveis, terríveis, horrorosos.

Que possa acontecer tudo de bom em 2019. Assim torce ROCHADAMUS!!!

VITÓRIA, VOCÊ É A SOMA DE TODOS NÓS!!!

Cada um por si e…

Olá amigos rubro-negros!

Como já havíamos dito e previsto em textos anteriores, este ano de 2018 foi o pior do resto de nossas vidas. Causa ou consequência? Tentaremos, neste humilde texto, demonstrar que era uma morte anunciada, ou melhor, foi uma tragédia prevista, dita e repetida por mim, Rochadamus e toda a NAÇÃO RUBRO-NEGRA. Consequência de uma gestão amadora, desastrosa, enganadora, pífia, verborrágica e todos os piores adjetivos possíveis de se expressar.

Depois de um ano de 2017, com gestores perdulários e ineficientes, apostamos todas as nossas fichas no ILUSIONISTA (não sabíamos que o era na época) e nas suas propostas (promessas) de construção de um VITÓRIA GRANDE, profissional e competitivo. Exemplos de gestões ruins já tínhamos vividos nos últimos anos. Passamos a acreditar no pretenso SALVADOR DA PÁTRIA, pois éramos só sofrimento. Arregaçamos as mangas e fomos à luta para elegermos o “MESSIAS”. Pobres coitados fomos nós!

Os acontecimentos decorrentes da falta de planejamento, de objetivos/metas claramente definidos e de uma política de gestão transparente e participativa nos levaram a, desilusão atrás de desilusão, deixar de acreditar nos lero leros e falácias do gestor mor rubro-negro. Nunca vi alguém se tornar tão desacreditado em tão pouco tempo como ele. E, assim, o NOSSO OUTRORA GLORIOSO LEÃO DA BARRA se tornou um gatinho de pelúcia, onde se tem uma gestão de CADA UM POR SI E DEUS POR TODOS NÓS. Todos os dias temos exemplo de uma gestão passiva, ineficiente e desencontrada, uma verdadeira torre de babel, onde cada um fala uma língua e ninguém se entende.

O fato mais recente aconteceu nessa segunda-feira (10/12), quando da apresentação do novo técnico, Marcelo Chamusca, que foi logo prometendo fazer do nosso Santuário, o Barradão, um lugar temido pelos adversários, um verdadeiro caldeirão, de boas recordações. Até aí tudo bem! O problema é que o vice-presidente, Chico Sales, que nunca fala ou não o deixam falar, disse que o Vitória, no próximo ano (2019), iria mandar todos os seus jogos ou grande parte deles na Arena Fonte Nova – onde não jogou nenhuma partida em 2018 (???). Por isso já dá para concluir como estamos de planejamento e profissionalismo, não é mesmo?

O pior é que essa ideia de jogar na nossa outrora casa de praia deve ter surgido após um ex-conselheiro e abnegado torcedor rubro-negro ter ingressado com uma representação junto ao Ministério Público questionando sobre o uso exclusivo das sardinhas sem teto como se deles fosse, inclusive com plotagem, museu e loja para venda de seus produtos. Atitude passiva e de quem não sabe o que quer e nem para onde vai. ESTAMOS FULMINADOS! É ou não é uma casa da mãe Joana onde é cada um por si e Deus por todos nós?

No estudo da filosofia, da psicologia e os transtornos da personalidade, assim como na sabedoria popular, que tratam de avaliar a natureza humana, todos nos ensinam que, se queremos conhecer uma pessoa, devemos deixar que ela fale o máximo possível para que possamos comparar com as suas atitudes e, assim, traçar um perfil da sua personalidade e, caso o que ele fale esteja coerente com as suas ações, podemos definir o nível de credibilidade dessa criatura. E aí eu pergunto aos sofredores torcedores rubro-negros: QUAL A CREDIBILIDADE DO ATUAL MANDATÁRIO DO ECVITÓRIA E O PERFIL DA SUA PERSONALIDADE?

O sábio é naturalmente humilde e ouve mais do que fala e suas atitudes estão sempre coerentes com suas palavras, por isso é admirado e respeitado por todos. O contrário também é verdadeiro. REFLITEMOS!

Desejo a todos um Feliz Natal e um próspero Ano Novo, repleto de VITÓRIAS E CONQUISTAS, mesmo sabendo que desse mato não sai coelho.

VITÓRIA, VOCÊ É A SOMA DE TODOS NÓS!!!

E ELE desceu…

Olá amigos rubro-negros!

Como vocês sabem, na maioria dos meus últimos textos sempre pedia por um milagre, invocando a ajuda de Todos os Santos, Anjos, Querubins e Serafins para que o NOSSO OUTRORA ESPORTE CLUBE VITÓRIA não caísse para a segunda divisão do futebol brasileiro, apesar de já ter jogado a toalha desde o empate contra o Paraná (1 X 1 – 04/11).

Nesse domingo (25/11), o Nosso Bom Deus, já cansado dos meus pedidos e vendo o meu sofrimento e de milhares de outros torcedores rubro-negros, sabendo da dificuldade que seria reverter os noventa e sete por cento (97%) de possibilidade de queda do Leão da Barra, não mais acreditando na sua Legião, enviada nos jogos anteriores, resolveu descer para fechar o gol de João Gabriel, no jogo contra o Grêmio, no Barradão.

E ELE desceu… e resolveu o problema. O ECV não sofreu nenhum gol, raridade para a defesa mais vazada do brasileirão. Quem assistiu ao jogo viu que tinha algo MUITO PODEROSO protegendo o gol rubro-negro. ERA DEUS! Somente ELE poderia fazer aquilo: bola na trave (2), chutes e mais chutes, cabeçadas e mais cabeçadas e nada da bola gremista entrar.

A única coisa que ELE deixou por conta dos pernas de pau de RD Lero Lero foi que fizessem um gol e, assim, a esperança seria reacendida e a situação amenizada. O único problema é que ELE desceu só, usou todos os seus poderes e não permitiu que nenhuma bola entrasse, porém, sem os membros da sua Legião, não pode ajudar os atacantes (sic) a fazerem um gol. Haja ruindade e incompetência. Quando o time é ruim, mesmo com toda ajuda DIVINA, não tem jeito. A SEGUNDA DIVISÃO era inevitável.

Segundo um colega meu, o Mestre Carlos Fernandes, “o mundo perfeito para os times do norte e nordeste é a série “B”, sendo ruim (sofrido) somente o momento da passagem, a descida para a segundona”.

Este foi um ano para se esquecer. O pior ano do resto de nossas vidas. Assim esperamos. E agora José? O que nos espera? Chegamos ao fundo do poço e não vemos nenhuma luz no fim do túnel. Ricardo David atingiu seus cem por cento de rejeição. Que ele arrume a sua mala, com a sua central de (des) inteligência e vá para bem longe do NOSSO AMADO ECV. Nós o amamos, VITÓRIA!

Hoje, Alexi Portela o classificou como um ESTAGIÁRIO. Não existe mais adjetivos para o (des) qualificar. Conseguiu superar a todos os seus antecessores em resultados negativos. Amanhã ele irá fazer um pronunciamento à NAÇÃO RUBRO-NEGRA. Será a sua renúncia? Acredito que não. Ele não tem humildade e nem sabedoria para tal. Com certeza virão mais uma porção de lero lero que não convence mais ninguém, nem a ele mesmo.

Ontem ouvimos muitos depoimentos emocionados e emocionantes de verdadeiros rubro-negros e rubro-negras. Nós que amamos verdadeiramente o VITÓRIA temos que nos unir e não acreditar mais em nenhum SALVADOR DA PÁTRIA, cobrar desse remendo de conselho deliberativo (em caixa baixa mesmo) uma atitude digna (poderia ser a renúncia coletiva), juntar os cacos e PEDIR AO NOSSO BOM DEUS que o ano de 2019 seja a redenção da democracia no ECV.

FORA ABUTRES! FORA VAMPIROS! FORA AMADORES! FORA CÂNCERES!

VITÓRIA, VOCÊ É A SOMA DE TODOS NÓS!!!

O ilusionista.

Olá amigos rubro-negros!

Como diz o velho ditado, fazendo algumas adaptações: “toda miséria para o sofrido torcedor do Vitória é pouco”. Vivemos de ilusão. Passamos o ano todo nos iludindo, imaginando que dias melhores viriam ou virão. E onde chegamos sempre? NO FUNDO DO POÇO. Somos carentes de um bom gestor. Somos cheios de esperança. Terreno fértil para qualquer LERO LERO, para qualquer um que tenha uma boa conversa, para qualquer ilusionista

ROCHADAMUS já havia previsto que dias de trevas iriam pairar sobre o OUTRORA GLORIOSO ESPORTE CLUBE VITÓRIA e que, desde o empate no jogo contra o Paraná (04/11 – 1 X 1), já estávamos na segunda divisão. Somente um grande milagre nos salvaria. Para tanto, bastaria que fizéssemos a nossa parte: aí é que esteve, está e estará o nosso grande problema. Como ganhar uma partida com esse elenco medonho? Tirar leite de pedra? Por mais que apelemos (ou apelássemos) a Todos os Santos, Anjos, Querubins e Serafins, teríamos que ter um mínimo de garra, determinação, sangue no olho, disposição tática… Nem isso esse remendo de time tem.

Depois do empate contra as sardinhas (11/11 – 2 X 2) e antes do jogo contra o Sport (14/11 – 0 X 0), disse aos colegas de trabalho que o Vitória ganharia somente um ponto nos cinco últimos jogos. Pensei que seria contra o Atlético Paranaense. Errei. Foi contra o Sport.

Nesse fático sábado (17/11), pedi ao Nosso Bom Deus que me desse de presente de aniversário a vitória do MEU LEÃO DA BARRA, pois ainda acreditava em um milagre e orava para que acontecesse. E o que vimos? Um bando de pernas de pau em campo. Durante o jogo, cheguei a ser entrevistado duas vezes pela Transamérica FM, oportunidade em que falei sobre o meu texto “Tenham compaixão de nós” e que o Vitória não ganharia a partida e que já estava rebaixado. João Andrade chegou a dizer que bastaria o ECV fazer um gol e eu mudaria de opinião. Este era o problema: fazer um gol, ganhar UMA PARTIDA…

Depois do jogo, de cabeça quente, com o meu amigo Edson (Disfrut), paramos para beber uma cervejinha (a saideira) num daqueles ambulantes que ficam no corredor até o estacionamento e afogar as mágoas. Estávamos fazendo uma análise do (mais um) fatídico jogo, quando passou por nós a ferrenha e conhecida torcedora rubro-negra LILIAN PIROPO. Convidamos para se aproximar e tecer seus comentários sobre o jogo e a situação que se encontra o Esporte Clube Vitória. Foi quando ela nos falou que tinha todos os scouts de RICARDO DAVID e que ele era um ILUSIONISTA, pois conseguiu iludir toda a nação rubro-negra se dizendo o BAM BAM BAM, que já tinha tudo planejado, seja com relação ao elenco, a divisão de base, patrocínio e muitas outras coisas mais… Foi quando a indaguei: você disse que o acha um GRANDE ILUSIONISTA? Gostei! Vou escrever um texto com esse título: O ilusionista. Realmente essa palavra representa tudo que ele foi para nós, incautos torcedores que fomos enganados, em menos de doze meses, por dois presidentes: Ivã de Almeida, o acéfalo e Ricardo David, o ilusionista.

Onde vamos parar? Já estamos na segundona há muito tempo meus nobres companheiros de infortúnio. Não tem escapatória. Não tem milagre certo. CHEGA DE ILUSÃO! ADEUS ILUSIONISTA!!!

Seremos Vitória em qualquer situação ou divisão. Continuaremos indo ao nosso santuário para torcer, para sofrer, porque eles passarão e…

VITÓRIA, VOCÊ É A SOMA DE TODOS NÓS!!!

Tenham compaixão de nós!

Olá amigos rubro-negros!

Ontem (13/11), no Barbacoa, tivemos um almoço/palestra dos associados do Instituto dos Auditores Fiscais – IAF, oportunidade em que encontramos muitos colegas da Secretaria da Fazenda do Estado da Bahia. Evento raro e prazeroso. Como a maioria dos colegas são meus amigos e sabem da minha paixão pelo OUTRORA GLORIOSO ESPORTE CLUBE VITÓRIA, (os sardinhas) não perderam a oportunidade de me “zoarem”, ferindo-me no fundo do meu coração, chamando-me de segunda divisão (com rima e tudo – rsrsrs). Não tendo argumentos para contestá-los, simplesmente disse: TENHAM COMPAIXÃO DE NÓS!

Após esse breve momento de descontração, voltemos à nossa ferida: os erros estratégicos (ou melhor, falta de estratégia) dessa desastrosa gestão Ricardo David. Antes, porém, gostaria de trazer, para reflexão, algumas citações do Grande Pensador/Filósofo chinês CONFÚCIO:

1- De nada vale tentar ajudar aqueles que não se ajudam a si mesmos;

2- Não corrigir nossas falhas é o mesmo que cometer novos erros; e, principalmente

3- Somente os sábios e os estúpidos é que não mudam suas opiniões.

Continuando com as citações reflexivas, apresento mais outra (não é de Confúcio): passarinho que muito canta caga no ninho.

Um bom gestor é ou será aquele reconhecido pelas suas ações/atitudes e não pelo seu LERO LERO. Verborragia nunca conquistou nada, pelo contrário, cansa e se desacredita rápido. Central de Inteligência e outras coisas mais não enche barriga de torcedor nenhum. Torcedor quer ver é time competitivo, com garra, determinação e com sangue no olho. O resultado de um bom planejamento é visto em campo, na tabela. A SORTE SEMPRE ACOMPANHA OS COMPETENTES. A BOLA NÃO ENTRA POR ACASO.

Chega de lero lero! Não tem mais jeito. Não adianta transferir a culpa/responsabilidade para Carpegiani. Ele foi somente mais um bode expiatório. O que não foi feito, não pode ser mais remediado. Futebol profissional não é para amadores. Infelizmente é só o que tem aparecido para dirigir o Vitória nesses últimos tempos.

Tiveram todas as oportunidades de se construir um VITÓRIA FORTE E VENCEDOR, mas a arrogância e o despreparo dos últimos dirigentes nos levarão à segunda divisão e a amargar dias de trevas e retrocesso. Oh Meu Deus TENHA COMPAIXÃO DE NÓS!!!

ROCHADAMUS vislumbra dias terríveis. Acho que nem um grande milagre nos livrará das trevas.

Hoje à noite invocaremos a ajuda de TODOS OS SANTOS, ANJOS, QUERUBINS E SERAFINS. Tenham compaixão de nós!!!

VITÓRIA, VOCÊ É A SOMA DE TODOS NÓS!!!

ViBa 11/11 – Passarela do Álcool

A era PCC e a falta de planejamento no ECV.

Olá amigos rubro-negros!

Estou há algum tempo sem escrever. Este texto eu comecei a escrever em 13/09. Não publico nenhum texto desde 13/08, o último foi “Tristes e decepcionados”. Era véspera do jogo contra o Palmeiras, 19/08, no Barradão e estreia de Paulo César Carpegianni (PCC) no comando técnico do nosso outrora GLORIOSO ESPORTE CLUBE VITÓRIA – ECV, quando perdemos de 3 X 0. Naquela oportunidade, ficamos ainda mais tristes e decepcionados.

Pior ficou PCC que, após o jogo, fez uma declaração sobre o elenco. Mais que uma declaração, fez um diagnóstico preciso: “jogadores sem vontade”. E o que ele pensou? Com essa turma de preguiçosos o ECV não vai a lugar nenhum, ou melhor, vai direto para a segundona. E o que ele fez? Sabiamente foi buscar as joias da base, mesclando juventude e vontade com experiência e mais vontade ainda.

Conseguiu fazer o que para todos nós era improvável e impossível: fechou a zaga e o meio de campo. Deixamos de sofrer goleadas e passamos a ganhar jogos – três em quatro e um empate (dez pontos em doze disputados – 1 X 0 CAM, 1 X 0 AME, 1 X0 VAS e 0 X 0 FLU). VIVA SÃO PCC!!! Mas, como tudo que é bom dura pouco, com esse elenco limitadíssimo, ninguém consegue tirar leite de pedra indefinidamente. E aí começamos a perder (três seguidas – CEA 2 X 0, BOT 4 X 3 e INT 2 X 1).

“Primeiramente”, porque a falta de preparo psicológico e moral desses meninos fez ou faz com que o sucesso suba logo para as cabeças e comecem a ficar mascarados ou a fazer bobagens extracampo, refletindo no desempenho dentro de campo. “Segundamente”, porque PCC, assim como a maioria dos técnicos que passam ou passaram pelo ECV, têm prazo de validade e, aliado a isto, a baixa produtividade de Neilton fizeram com que a nossa sorte fosse embora (lembrando que a sorte sempre acompanha os competentes). “Terceiramente” e principalmente, A FALTA DE PLANEJAMENTO E FALTA DE ATITUDES (AÇÕES) TEMPESTIVAS E CORRETIVAS dos dirigentes LERO LERO da vida fizeram com que voltássemos a vislumbrar o pior para o nosso OUTRORA GLORIOSO ECV para este ano: NÃO GANHAMOS NADA E CORREMOS SÉRIOS RISCOS DE SERMOS REBAIXADOS PARA A SEGUNDONA!!!

Para completar tudo isso, pois todo mal para nós sofredores parece que é pouco, ainda aparecem sopradores de apito incapazes, irresponsáveis, incompetentes e, porque não dizer, larápios. Seria muito bom que vocês lessem e/ou ouvissem a declaração do Presidente do Atlético Paranaense sobre a CBF e a arbitragem.

Como vocês sabem, eu não gosto de ficar falando de um jogo ou jogador especificadamente, mas de todos os aspectos que envolvem uma gestão. E por falar em gestão, há muito tempo que o nosso CLUBE não vivencia uma que preste. Será que ele sobreviverá a mais uma? O VITÓRIA É MAIOR QUE ESSES REMENDOS DE DIRIGENTES, ELE É A SOMA DE TODOS NÓS!

Hoje à noite (01/10), com o jogo do Paraná X Vasco, em Curitiba, encerra a 27ª rodada. Podemos terminar na ZONA DE REBAIXAMENTO. Oremos para que isso não aconteça! (que vença o Paraná). Vamos à análise e às perspectivas das últimas onze rodadas. Serão seis jogos em casa (Santos – 05/10, Corinthians – 21/10, São Paulo – 27/10, Bahia – 11/11, Atlético Paranaense – 18/11 e Grêmio – 25/11) e cinco jogos fora de casa (Chapecoense – 14/10, Paraná – 04/11, Sport – 14/11, Cruzeiro – 21/11, e Palmeiras – 02/12). Serão trinta e três pontos a disputar, dezoito em casa e quinze fora. Pedreira em cima de pedreira. Mas vamos lá, pedindo a ajuda de Todos os Santos, Anjos, Querubins e Serafins, para escaparmos da segundona, temos que conquistar, no mínimo, cinquenta por cento (50%) dos pontos a disputar (de quinze a dezessete – a depender dos resultados dos nossos concorrentes).

Dos seis jogos em casa, caso ganhemos três (Santos, Bahia e Atlético Paranaense) e empatemos os outros três (Corinthians, São Paulo e Grêmio), somaríamos doze pontos. Neste caso, precisaríamos somar, pelo menos, de cinco a sete pontos fora de casa. Para isto, teríamos que, no mínimo, ganhar para a Chapecoense, o Paraná ou Sport (dois destes) e empatar outra (Cruzeiro ou Palmeiras).

Como Vimos, não será nada fácil escapar do rebaixamento, porém, com as nossas PRECES implorando a AJUDA DIVINA e muita determinação e sangue no olho desse remendo de elenco, poderemos terminar o ano na elite do futebol brasileiro. Sabemos que, se dependêssemos do PLANEJAMENTO (bando de amadores) E DA CENTRAL DE (DES) INTELIGÊNCIA, há muito tempo a vaca já teria ido pro brejo. Que SÃO PCC consiga tirar mais leite dessa pedra, se é que isso ainda é possível – OREMOS!

Na próxima sexta-feira (05/10 – 21h30) todos os caminhos nos levarão ao BARRADÃO (com rima!). É VENCER OU VENCER O SANTOS.

VITÓRIA, VOCÊ É A SOMA DE TODOS NÓS!!!

Tristes e decepcionados.

Olá amigos rubro-negros!

Eu e toda a torcida do Leão da Barra estamos tristes e decepcionados com a situação em que se encontra o OUTRORA GLORIOSO ESPORTE CLUBE VITÓRIA. É vexame em cima de vexame. É goleada em cima de goleada. É um time (se é que podemos chamar esse remendo de time) sem eira nem beira, sem tática ou padrão de jogo, sem nada…

Se achávamos que pior não poderia ficar, eis que chega alguém com muitas promessas e (des) qualificações e piora ainda mais. Se achávamos que o elenco era ruim e não poderia piorar, eis que, por MILAGRE (incompetência) o tornam pior. São tantos PIORES para falar que é melhor pararmos por aqui. PIOR NÃO FICA! SERÁ?

Estamos vivendo as piores segundas-feiras do mundo. Toda semana é a mesma coisa. Porrada em cima de porrada. E o PIOR é que não vislumbramos melhoras. Vou aproveitar a oportunidade e me desculpar com vocês, meus colegas de infortúnio, quando afirmei que os novos contratados eram melhores que os dispensados. ERREI! São do mesmo nível ou PIOR.

Perder para o time reserva do Grêmio seria normal, porém ser goleado de 4 X 0 é demais! Como já dissemos, bastaria um mínimo de vontade, de sangue no olho, de concentração, de técnica, de tática para que tivéssemos um resultado menos desastroso. Time ruim tem que jogar fechado e com muita vontade para superar as deficiências técnicas.

Mas Sêo Minino o senhor não se cansa de ficar repetindo as mesmas coisas toda semana? Eu me canso sim, mas parece que esse bando de amadores nunca aprende. É chover no molhado. Por isso é que estamos tristes e decepcionados. Não vemos luz no fim desse túnel. A NAÇÃO RUBRO-NEGRA está revoltada, sem perspectiva de mudança e melhora. As novas contratações não disseram pra que vieram e não dirão. Não seria melhor ter contratado três jogadores de qualidade ao invés de oito ruins? Claro! Todos nós sabemos que sim. Seria bem melhor e qualificaríamos o elenco. E A CENTRAL DE INTELIGÊNCIA? Rsrsrsrsrs. Desculpem-me, mas a risada foi inevitável. Que central é essa? Com sardinha declarada? Faça-nos uma garapa!

Eu não quero e não gosto de falar desse ou daquele jogador, pois para mim a culpa sempre é do GESTOR, da comissão técnica, do planejamento (ou falta dele), das ações tempestivas, do psicológico coletivo, do ambiente de trabalho, da motivação… Quinze dias sem técnico e não se sabe quando o teremos. GESTÃO?

No próximo domingo (19/08 – 16horas), no Barradão, enfrentaremos o Palmeiras pela última (19ª) rodada do primeiro turno. Estamos na porta da ZONA e precisamos, mais do que nunca, somar pontos em casa. Depois (23/08), jogaremos contra o Flamengo no Maracanã. É pedreira em cima de pedreira. Vamos pedir a ajuda do Nosso Senhor do Bonfim, pois, se dependermos dos nossos gestores, estamos fulminados. Que possamos ter dias melhores e, assim, ficarmos menos tristes e menos decepcionados (SERÁ?). OREMOS!

VITÓRIA, VOCÊ É A SOMA DE TODOS NÓS!!!

Errar é humano, mas…

Olá amigos rubro-negros!

Errar é humano, mas permanecer no erro é… Perder duas partidas, de goleada (4 X 1/Sardinha e 4 X 0/CAP), em oito dias, para times que estavam na zona de rebaixamento, é demais!!! Por maior que fosse o amor de Ricardo David por Mancini, essa não deu pra segurar. Foi uma questão de escolha: ou cai um ou o outro se desgastaria mais ainda do que já está.

Que o elenco era fraco, já estávamos cansados de saber; que os novos contratados não reforçaram em nada o time, estamos descobrindo da pior maneira possível (falei isto na semana passada). Cadê os assessores? Cadê a CENTRAL DE INTELIGÊNCIA? Cadê o monitoramento de atletas de alta qualidade? CENTRAL ACÉFALA? Sei não, heim? Pelo menos os resultados têm sido os mais pífios possíveis. Sem querer ser alarmista, vislumbramos um futuro nebuloso. Vamos pedir a Deus para que não seja, mas…

Esse Mancini é ou não é cabeça dura? Achar que podia tirar leite de pedra indefinidamente? Time ruim tem que jogar fechado e por uma bola. Não temos a pior defesa do campeonato à toa, não é mesmo? Ganhamos para o Sport Recife na quinta-feira (26/07) graças às boas atuações de Aderlan e Ronaldo. Infelizmente nesse domingo um não jogou e o outro sentiu o reflexo de uma zaga horrorosa.

No meu texto da semana passada (Seu time está em crise?), esquecemos de mencionar que o CAP estava na lanterna e em crise e que seríamos um dos seus adversários… Triste constatação. Perder é normal, mas ser goleado em oito dias por dois peixes pequenos, aí já é sofrimento demais. Não dá mais pra segurar: EXPLODE CORAÇÃO!!!

Ontem (29/07), após a vexatória goleada para o Atlético Paranaense, na Arena da Baixada, cheio de hematomas por todo o corpo e a cabeça a ver estrelas, com os torcedores rubro-negros expelindo sangue por todos os lados, escrevi a seguinte mensagem para alguns grupos do whatsApp: “Amigos, amanhã escreverei e postarei um texto sobre essa vexatória situação em que nos encontramos. O momento é de humildade e sabedoria. Quem não as tiver, procure tê-las. SRN” .

Quando, em janeiro deste ano, juntamente com um grupo de torcedores, tivemos uma reunião com o recém-eleito Presidente do ECVitória, Ricardo David, dentre os diversos assuntos tratados, desejamos sucesso na sua gestão e pedimos que ele tivesse humildade e sabedoria para cumprir seu plano de ação e não incorrer nos mesmos erros de gestões anteriores, pois acreditávamos muito em tudo que ele havia prometido na campanha, motivo pelo qual o apoiávamos. Quer conhecer verdadeiramente um homem, dê poder a ele.

Mas sêo minino o que é que acontece na corte, no núcleo do poder? Será que ninguém tem coragem de dizer para o mandatário que se ele não corrigir os rumos da sua gestão, irá cair num precipício sem fundo? Ninguém ousa contrariar O PRÍNCIPE, mesmo sabendo que o rei está nu? E a pergunta que não quer calar: será que não há liberdade para os assessores e membros da diretoria manifestarem-se?

Fazer o correto é obrigação de todo aquele que se propõe a ser gestor de algo e em especial do Leão da Barra. Quem não tem competência não se estabelece. Formar uma equipe eficiente e qualificada, seja administrativamente ou em campo, é o mínimo que se espera de um bom gestor (será?). Delegar competências e ter humildade e sabedoria para ouvir é mais que um atributo necessário ao sucesso de qualquer gestor. Aquele que não os tiver, procure tê-los.

Ontem, meia-noite e eu buscando a melhor forma de apresentar os caminhos das pedras. Mostrar o óbvio? Como é difícil!

Acabou a quarta era MANCINI! Quem o sucederá? Mais uma vez será necessária muita sabedoria para escolher o sucessor. Alguns nomes são só rejeição: Guto Ferreira, Galo e outros que estiveram em Itinga nos últimos tempos. Tem que ser um treinador que chegue com moral, que dê um choque de gestão nesses jogadores acomodados e, principalmente, que tenha maturidade suficiente para enaltecer o nome do nosso outrora GLORIOSO ESPORTE CLUBE VITÓRIA.

VITÓRIA, VOCÊ É A SOMA DE TODOS NÓS!!!

%d blogueiros gostam disto: