Arquivo mensal: abril 2013

SMV OURO: Prepare-se para tomar sol ou chuva… Por Pedro Dórea (*)

Prezados amigos rubro-negros!

Se algum de vocês, seus familiares ou amigos forem sócios do PLANO OURO do SOU MAIS VITÓRIA – SMV, avise-os para que se preparem.

Cumprindo o ritual estabelecido pela Arena, dirigi-me nesta quarta-feira (24/04) ao estádio do Barradão para efetuar a “TROCA DE INGRESSOS” para mim e meus dependentes. Depois de um processo organizado no sistema de troca, preparado de forma competente pelo Vitória, recebi os ingressos para a ARQUIBANCADA LESTE INFERIOR, que fica localizada ABAIXO DAS CADEIRAS ESPECIAIS DA ARENA.

Inicialmente, estranhei o fato de ser ARQUIBANCADA, pois o nosso PLANO OURO dá DIREITO A CADEIRA. Ao questionar as pessoas responsáveis pelo atendimento do SMV no local, eles me informaram ter sido determinação da ARENA aquele local para o SMV, alegando que foi o mesmo local destinado aos torcedores oficiais do Bahia – toba.

Ocorre que tenho alguns amigos que são sócios do toba e já haviam me avisado que o local destinado a eles foi muito ruim, pois, além de sofrer a incidência direta do sol, é extremamente quente e desconfortável. Eu já havia advertido aos dirigentes do Vitória para que ficassem atentos, especificamente com esta questão, mas, ao que parece, não adiantou. Não entendi porque a Diretoria do Vitória não teve o cuidado necessário com este fato, tendo em vista a pretensão da Direção do clube em aumentar a quantidade de sócios torcedores, atualmente com cerca de sete mil para trinta e cinco mil sócios.

Se o Vitória resolver mandar os seus jogos futuramente na Arena, como parece ser a tendência desta Diretoria, não vejo a menor vantagem em aderir ao Plano Ouro SMV, pois o local destinado ao Plano Prata pela Arena é menos pior do que o destinado ao Plano Ouro. Quem for no domingo poderá confirmar tal afirmação. Manifesto minha insatisfação com tal fato, pois antes de ser conselheiro do ECVitória, fui e sou torcedor de arquibancada (ou de cadeira) e creio que o respeito à torcida e aos sócios sempre deve ser priorizado pelos nossos Dirigentes.

Lamento que os responsáveis pelas negociações representando o Vitória junto a Arena não tenham tal premissa. No primeiro jogo, vimos parte da torcida do Vitória ( Imbatíveis) ficar literalmente espremida nas arquibancadas laterais.

Agora, que o mando de campo é supostamente do Vitória, a Arena colocou os sócios do Plano Ouro nas arquibancadas inferiores – POENTE… Realmente lamentável.

Feito o registro, por entender desrespeitosa a forma que foi tratado o sócio SMV, tomara que ao menos o time consiga voltar a mandar em campo e vencer novamente os nossos rivais, seja na ARENA, NO BARRADÃO OU EM QUALQUER ESTÁDIO DESTE PAÍS.

Clube que se preza se desenvolve com organização, planejamento, responsabilidade, mas, PRINCIPALMENTE, com RESULTADOS, TÍTULOS NO FUTEBOL PROFISSIONAL E RESPEITO AOS SEUS TORCEDORES.

SAUDAÇÕES RUBRO-NEGRAS A TODOS!!!

(*) Pedro Dórea é Bacharel em Direito e Conselheiro do ECVitória.

Anúncios

O que é isso, meu rei?

Olá amigos rubro-negros!

Quando vamos ter um time estável, pelo menos para o Baianão?

Quando teremos um time base para o Campeonato Brasileiro?

Não tivemos time para o Campeonato do Nordeste. Não estamos tendo para o Campeonato Baiano e não temos time para a Copa do Brasil.

Na terça-feira (16/04), aplicamos um "sapeca Iaiá" de 5 X 1 no Mixto. Ontem, tomamos uma "gude presa" do Juazeiro em pleno Barradão. Tem sido uma instabilidade na zaga e uma inoperância no ataque. É ou não é uma no cravo e outra na ferradura? O que é isso, meu rei?

Estamos há um mês do início do Campeonato Brasileiro da série "A", quando iremos enfrentar Internacional, Grêmio, São Paulo, Corinthians, Atlético Mineiro, Cruzeiro, etc. Se estamos nos engasgando com Mixto, Botafogo e Juazeiro, o que esperar contra as grandes equipes do futebol brasileiro?

Já tinha dito (previsto) para alguns colegas que ou o Jahia ou o Vitória não ia disputar a final do Campeonato Baiano e que talvez os dois não disputassem. É o que está parecendo. As coisas estão caminhando nessa direção.

Ontem, no Barradão, alguns amigos rubro-negros me perguntavam o que seria de nós na série "A" com esse time. Respondi-lhes que não temos time nem para o Baianão, quanto mais para o Campeonato Brasileiro!

O mês de abril já está acabando. São quatro meses de preparação. Até agora, estamos pacientemente aguardando.

O que esperar para essa reta final do Baianão?

O que esperar para as outras competições?

Já temos um time base?

Já temos um padrão de jogo?

Já temos confiança no time?

O que é isso, meu rei?

VITÓRIA, VOCÊ É A SOMA DE TODOS NÓS!!!

É uma no cravo e outra na ferradura

Olá amigos rubro-negros!

O tempo passa e as coisas continuam as mesmas no Vitória. Ficamos procurando entender o que acontece nos bastidores e não encontramos as explicações necessárias. Ou talvez as temos. São as mesmas possíveis respostas: problema de DNA, falta de humildade, de espírito de equipe, de sangue nos olhos…

Como dizia e diz o nosso filósofo e escriba "Seu Françuel", é uma no cravo e outra na ferradura. Do céu ao inferno numa mesma semana. Num jogo (BAVI) fazem o melhor, em outros (Mixto e Botafogo), parece que desaprenderam a jogar futebol. Já vi esse filme antes. É uma história que não se cansa de repetir. O último capítulo dessa triste novela foi contra o Ceará – ganhamos na sorte em Fortaleza e tomamos um sonoro "SAPECA IAIÁ" de 4 X 1 em pleno Barradão e adeus Copa do Nordeste. Ganhamos do time de Itinga por 5 x 1, na inauguração da Arena Fonte Nova, e perdemos para o Mixto (2 x1) e Botafobo (1 x0).

Qual é o problema? O que nos espera no jogo de hoje à noite, às 19 horas, contra o Mixto, no Barradão? Já temos um padrão de jogo? E los hermanos? E a nossa zaga? E os laterais? E o centro avante?

Não tenho tido vontade de escrever, pois se o faço em uma semana para elogiar, tenho que descer a ripa na outra. É uma no cravo e outra na ferradura. Quando isso vai acabar? Quando teremos um time razoável e estável, pelo menos para o fraco Campeonato Baiano?

O que falta a esse time? Humildade? Sim, falta humildade. Falta consciência coletiva de que se precisa jogar com muita vontade e respeito ao adversário para obter os resultados positivos. Falta motivação? Sim, falta motivação. Falta sangue no olho? Sim falta sangue no olho, vontade de vencer. Falta muita coisa. Parece que é problema de DNA – volto a repetir.

E os desequilíbrios em campo? Vitor Ramos, Cajá, Escudeiro… Será reflexo dos bastidores? E as invenções? Os Bobs e as Bragas da vida… Vamos jogar bola… Quando encontraremos as respostas? Só Deus sabe!!!

Já fiz minhas previsões. Vamos aguardar. Espero e torço para que estejam erradas.

As águas vão rolar e cabeças também!!!

No meu próximo texto, escreverei sobre a ARENA 51 X BARRADÃO (nossa casa, nosso santuário, lugar de conquistas, motivo de orgulho de todos nós rubro-negros).

VITÓRIA, VOCÊ É A SOMA DE TODOS NÓS!!!

%d blogueiros gostam disto: