Arquivo mensal: julho 2012

Barradão em festa

Olá amigos rubro-negros!

Você foi ao Barradão na tarde desse sábado (28/07)? Não! Você é rubro-negro? Sim! Então você é ou foi um dos poucos que não viu, não sentiu, não viveu in loco a grande sensação do BARRADÃO EM FESTA. Festa de CAMPEÃO, festa de LEÃO, festa de e com muita EMOÇÃO. Festa? Sim, festa! Mas foi final de campeonato? Não, não foi, mas que parecia, parecia. Foi o reconhecimento por parte da nação rubro-negra da boa fase que atravessa o time do GLORIOSO VITÓRIA. Foi o reconhecimento por tudo que o BROCADOR DO BRASIL fez nesta temporada. Foi o reconhecimento por toda a raça, união e comprometimento que a equipe (jogadores e comissão técnica) tem tido até agora. Foi a festa de despedida de NETO BAIANO. Por tudo isso, não poderia ser diferente. Todos nós havíamos conclamado o torcedor do Leão da Barra a comparecer no seu SANTUÁRIO. Todos atenderam aos nossos clamores.

A euforia tomou conta de todos. A grande maioria esperava uma goleada e quando me perguntavam qual a minha previsão, respondia (assim falou Rochadamus): o Vitória vai ganhar de 1 X 0, com gol de Neto Baiano, aos quarenta e cinco do segundo tempo (mais uma vez, errei por pouco). E justificava: o importante é vencer. O importante são os três pontos. Vamos continuar com os pés no chão, com humildade, respeitando todos os adversários. Vamos continuar tendo consciência que ser VITÓRIA é sofrer até o último minuto, principalmente quando parece fácil. Nada é fácil para nós. Nada tem sido fácil até agora.

A equipe do CRB merece todos os elogios possíveis. Foi um adversário que veio com uma proposta, com uma tática: se defender e tentar sair com um ponto. Quase conseguiu. Porém quem tem Neto Brocador não perde as esperanças, pois, mais uma vez, quando tudo parecia perdido, eis que ele aparece para provar o contrário. Valeu Neto! Que você tenha sucesso também lá no Japão. Antes, deixe mais uns gols lá no Anacleto Campanela, contra o São Caetano, nesta próxima terça-feira, às 21:50hs.

Vocês viram o que aconteceu depois do jogo? Os torcedores continuaram em seus lugares, parecendo que ainda iam assistir ao terceiro tempo. Todos nós queríamos mais jogo. Todos nós estávamos felizes. Todos nós já estávamos com saudade da zorra do Neto Baiano.

Foi, sem dúvida, o melhor programa desse sábado, ou melhor, já disse e repito: ir ao Barradão, Nosso Santuário, nas sextas-feiras à noite ou nos sábados à tarde, é o melhor programa da família baiana. Foi e é uma festa. E olhe que todos os “pés frios” estavam lá. Por isso é que achei uma goleada esse 1 X 0.

Jade (10 anos – filha de Prado – já escrevi sobre ela) levou sua amiguinha/colega de escola Heloísa (com “H”, ressaltou) para assistir ao seu primeiro jogo no Barradão (entraram em campo com Neto Baiano – as vi pela TV). Deve estar sem dormir até hoje, pois foram muitas as emoções.

E o locutor alagoano, acho que seu nome é Rogério, depois do jogo me disse: “Vitória é time grande, é time de primeira divisão. Esta torcida é brincadeira”. Disse para ele que iria incluir as suas colocações no meu artigo, que também ia elogiar a equipe do CRB, reconhecendo o seu valor e o quanto o jogo foi difícil.

Hoje (e sempre) é festa lá no meu….(SANTUÁRIO). Fiz festa, antes e depois do jogo, no estacionamento dos conselheiros, com a turma de Daniel e Danilo.

É isso aí nação rubro-negra. Parabéns aos mais de trinta e quatro mil torcedores que lotaram a nossa casa. O BARRADÃO ESTEVE EM FESTA. SEMPRE É FESTA NO BARRADÃO.

VALEU VITÓRIA, VOCÊ É A SOMA DE TODOS NÓS!!!

Anúncios

Competência e sorte

Olá amigos rubro-negros!

No nosso último artigo, escrevemos que “a sorte (sempre) acompanha os competentes”. Pudemos comprovar isso no jogo da tarde desse sábado (21/07), quando o time do nosso GLORIOSO VITÓRIA derrotou, por 1 X 0, a forte equipe do Atlético Paranaense no Estádio Gigante do Itiberê, na cidade de Paranaguá. Vimos um time mais consistente, organizado em campo, com um esquema tático definido, apesar de alguns vacilos do setor de marcação, quando o ex-rubro-negro Marcelo confirmou o porquê de não mais jogar no ECVitória, entrando para o time do “Inacreditável Futebol Clube”, perdendo dois gols incríveis. Sorte? Sim. Claro que todo vencedor precisa de sorte, porém, mais do que sorte, precisa fazer por merecer, precisa ser competente, precisa ter qualidade…

E vem aí, mais uma vez, a força do pensamento positivo: quando você quer verdadeiramente alguma coisa, do fundo do seu coração, todo o universo conspira para que você consiga. Por isso não devemos cansar de repetir o nosso mantra: SEREMOS CAMPEÕES DA SÉRIE “B” deste ano, CUSTE O QUE CUSTAR. Que os Anjos e Santos digam amém e que continuemos trabalhando firme e forte para isso. Vamos fazer a nossa parte.

E a NAÇÃO RUBRO-NEGRO vai fazer a sua parte? Vai lotar o Barradão no próximo sábado, quando enfrentaremos o CRB de Alagoas, de olho na liderança? SIM, SIM e SIM… Vamos todos ao nosso Santuário apoiar, torcer, vibrar e, com certeza, sair com mais um resultado positivo rumo ao topo da tabela, confirmando toda a excelente fase que o time do Vitória está vivendo. Precisamos de sorte? Sempre, porém vamos continuar fazendo a nossa parte, vamos continuar sendo competentes.

São cinco vitórias consecutivas. É o melhor desempenho como visitante. Vamos ratificar a nossa hegemonia e invencibilidade no Barradão. Vamos pra cima deles LEÃO DA BARRA!

VALEU VITÓRIA, VOCÊ É A SOMA DE TODOS NÓS!!!

A bola não entra por acaso…

Olá amigos rubro-negros!

Com a vitória, por 3 X 2, sobre o ASA de Arapiraca, no jogo de ontem (17/07) à noite, o nosso GLORIOSO VITÓRIA se estabelece como a melhor equipe visitante deste Campeonato Brasileiro da série “B”, com um aproveitamento de sessenta e seis por cento (66% – ganhou 12 dos 18 pontos disputados fora de casa) e como mandante a sua performance é de oitenta e seis por cento (86% – ganhou 13 dos quinze pontos disputados no Barradão), correspondendo a quase setenta e seis por cento (75,76% – 25 de 33 pts) de aproveitamento total. Criciúma está com 78,79% e América MG com os mesmos 75,76% que o Leão da Barra. Por pouco não amanhecemos esta quarta-feira na liderança, pois o ABC cedeu o empate (2 X 2) para o Criciúma no final dos acréscimos. Encerrada essa 11ª rodada, continuamos no G4 na segunda colocação.

Falando do jogo, mais uma vez a nossa condição cardiovascular foi testada, pois, depois de estar ganhando fácil por 3 X 0, levamos o maior sufoco, quase deixando a limitada equipe do ASA empatar o jogo. Felizmente, conseguimos mais uma vitória e isso é o que importa. Agora é pensar na forte equipe do Atlético Paranaense, no jogo do próximo sábado (21/07), às 16:20 horas, no Estádio Fernando Charub Farah (Gigante do Itriberê), em Curitiba.

Na semana passada, recebi do colega Raphael Soares um texto extraído do Blog de Erich Beting (leiam o texto: http://negociosdoesporte.blogosfera.uol.com.br/2012/07/05/a-bola-nao-entra-por-acaso/) sobre as estratégias e atitudes adotadas pelos dirigentes do Barcelona (2003) e Corinthians (2007) e as mudanças realizadas para chegarem a ser o que são. Aí lhes pergunto: será que foi fruto do acaso? Será quer foi um fato isolado, um golpe de sorte? Não meus amigos rubro-negros, a bola não entra por acaso. Fico muito feliz em saber que algumas coisas feitas pelo Barcelona (o que ele fez para deixar de ser um clube que sempre “batia na trave” para se tornar “Mais que um clube”) e pelo Corinthians (Como primeira medida, essa diretoria mudou o estatuto corintiano, limitando a permanência do presidente no cargo) estão sendo feitas pelos dirigentes do E C VITTÓRIA (equacionar as dívidas para conseguir fazer com que o clube passasse a ter fluxo de caixa), porém, muito há ainda por fazer, principalmente a reforma do ESTATUTO E REGIMENTOS.

Pode parecer coincidência, o que não é, mas a sorte (sempre) acompanha os competentes. Sejamos, pois. Que este seja o ano do nosso GLORIOSO VITÓRIA. Que este seja o início de um grande e brilhante futuro. Que sejamos ousados, porém responsáveis. Que possamos quebrar paradigmas e nos manter entre os grandes clubes do futebol brasileiro.

Vamos continuar repetindo o nosso mantra: SEREMOS CAMPEÕES ESTE ANO, CUSTE O QUE CUSTAR.

VITÓRIA, VOCÊ É A SOMA DE TODOS NÓS!!!

Valeu a pena

Valeu a pena

Olá amigos rubro-negros!

UFA!!! Você foi ao Barradão ontem? Foi? Valeu a pena? Nossa, claro que valeu! E como! Que jogo! Não sei nem por onde começar…

Comecemos do começo: Noite chuvosa, olho na liderança, adversário qualificado, nosso time motivado, jogo pegado… Todos os ingredientes para uma grande partida. E assim aconteceu. Valeu a pena, mesmo debaixo de chuva, ir ao nosso Santuário para assistir uma das melhores partidas, se não a melhor, do Campeonato Brasileiro da série “B” deste ano. Como se diz no popular: “briga de cachorro grande”. Foi lá e cá. Felizmente mais cá do que lá. A vitória do Leão da Barra, ontem à noite (10/07), sobre o Paraná Clube, por 4 x 3, foi mais do que um teste para o coração. Haja adrenalina, maracujina, etc. Ainda bem que somos “SANGUE BOM” e fizemos por merecer a permanência no grupo daqueles que irão para elite do futebol brasileiro no próximo ano. Estamos no caminho certo. Time motivado e focado para a conquista do campeonato. Tem que ser assim mesmo. Vamos ser campeões brasileiros este ano. Este é o nosso mantra. Tem que ser repetido por todos e a toda hora. Não podemos pensar pequeno. A hora é agora. Chegou a nossa vez.

Falando do jogo, teve de tudo. Saímos na frente, acomodamo-nos, veio a virada do Paraná, mas, com garra e competência conseguimos (re) virar o jogo e sair com mais uma vitória fenomenal, num jogo memorável.

Ir ao Barradão, encontrar os amigos, conhecer novas pessoas, tomar chuva, vibrar, sofrer, são coisas que não têm preço: é puro prazer. Só indo para saber.

Assisti o jogo quase todo em pé, embaixo do toldo das cabines de rádio e televisão (para visitantes), mesmo usando uma capa (do ECVitória, é claro), não deixei de me molhar, pois quem sai na chuva é para se molhar, não é?

Pois bem, vou relatar um fato engraçado que aconteceu ontem. Ao meu lado estava uma garota, estudante de medicina (10º semestre – assim ela me falou) com seus amigos, também se protegendo da chuva. O Vitória vencia o jogo por 1 X 0 e tomava o maior sufoco, prenunciando o empate, quando ela me perguntou: “se empatar, o Vitória ganha ou perde”? Dei umas boas risadas junto com o amigo ou paquera dela, porém entendi o que ela queria perguntar. Se o Paraná fizesse um gol, como ficaria a situação do Vitória na competição. Expliquei e ela me agradeceu dizendo que estava começando a ir ao estádio e que não entendia muito de futebol. Isto tinha ficado claro para mim…

Resultado: Vale muito a pena ir ao nosso Santuário (feliz daqueles que o tem), com chuva ou sem chuva – não somos feitos de papel, conhecer novas pessoas, rever os amigos, dar risadas, sofrer e sair de alma lavada.

VALEU VITÓRIA, VOCÊ É A SOMA DE TODOS NÓS!!!

O dever de casa

Olá amigos rubro-negros!

Depois do ABC, resta-nos fazer o dever de casa e continuar no caminho do aprendizado e do crescimento.

Mesmo não fazendo uma partida das mais brilhantes, o time do VITÓRIA conseguiu um importante resultado ao vencer por 1 X 0 o ABC de Natal, com um gol do Zagueiro Vitor Ramos no último minuto e último lance do jogo. Ainda bem que isso tem acontecido de forma favorável ao Leão da Barra nos últimos jogos contra o ABC. Assim o foi no Barradão pela Copa do Brasil, quando perdíamos o jogo por 2 X 0 e o Brocador Neto Baiano fez três gols nos últimos quinze minutos do jogo, virando a partida para 3 x 2. Jogo memorável e inesquecível (desculpe a redundância).

Já estava conformado com o empate. O melhor é que subimos uma posição na tabela. Agora estamos na terceira colocação (19 pontos), somente três pontos atrás dos primeiros colocados – América-MG (1º) e Criciúma (2º) – ambos com 22 pontos.

Concluída a nona rodada, ficamos com um aproveitamento total de pouco mais de setenta por cento (70,37%). Entretanto, como mandante, temos 83,33% de aproveitamento (10/12 pts.) – América de Natal (15/15 pts.), Criciúma (15/15 pts.) e América-MG (12/12 pts.) estão com 100% de aproveitamento dentro de casa; como visitante, ganhamos 60% dos pontos disputados (9/15 pts.), sendo o segundo melhor aproveitamento nos jogos fora de casa, atrás somente do América-MG, com 66% (10/15 pts.) – Criciúma é o terceiro com 58% (7/12 pts.).

Já vimos que a receita e o diferencial é somar pontos fora de casa, de preferência três, como foi contra o ABC. Ganhar no Barradão é obrigação. Claro que sabemos que, de vez em quando, pode haver um tropeço ali, outro acolá, porém, o importante é ir aprendendo com os erros, procurando não dormir sobre os louros da vitória, pois cada jogo é um jogo, é uma história diferente, é uma batalha… Por isso tudo é importante ter gordura para queimar quando necessário. Façamo-la, pois.

E os 3 X 0 que o Botafogo-RJ meteu no timinho de Itinga, heim? Que beleza! Nós em terceiro do G4 e eles no Z4. Tudo nos seus devidos lugares. Que felicidade, que felicidade…

Agora é focar no jogo contra o Paraná, na próxima terça-feira (10/07), às 21 horas no Barradão. Vamos lotar o nosso SANTUÁRIO para ajudar o Leão rumo à liderança. Vamos fazer a nossa parte. Vamos fazer O DEVER DE CASA.

VITÓRIA, VOCÊ É A SOMA DE TODOS NÓS!!!

A soma de todos nós

Olá amigos rubro-negros!

Estive ausente de Salvador, gozando uns dias de férias na minha cidade natal, Itororó, terra da deliciosa carne de sol. Nesse período tive que assistir a dois jogos do nosso GLORIOSO VITÓRIA pela televisão: em 23/06, a fatídica derrota para o Goiás por 4X3, e a vitória do último sábado (30/06) de 2 X 0 para o Avaí. Já estava ficando perturbado, pois ainda não tinha visto o Leão da Barra ganhar, estando em Itororó. Felizmente o tabu foi quebrado. Foi muito sofrimento, principalmente no jogo contra o Goiás. O que foi aquilo? Coisas que só acontece com o Vitória. É muita maluquice para um jogo só. Haja paciência com o PCC! Pelo menos teve o lado positivo: serviu de lição e alerta para todos – foi o que sentimos nas declarações pós-jogo. Ainda bem que estamos no início do campeonato.

Outra coisa boa que estamos notando é quanto o sentimento que agora está reinando na Toca do Leão: todos estão falando em ser campeões e não mais em somente subir para a primeira divisão, como pensava a maioria. Já viram que sessenta e seis (66) pontos (58% de aproveitamento) pode ser muito pouco para subir, quanto mais para ser campeão. TODOS PASSARAM A PENSAR GRANDE, COMO É O VITÓRIA. Nós que temos compromisso com “O VITÓRIA GRANDE”, é importante estarmos sugerindo atitudes e postura aos dirigentes e atletas.

Como a maioria dos torcedores rubro-negros, também fiquei triste e surpreso com a saída de Larissa Dantas do blog do Globo Esporte, felizmente hoje já tivemos o seu retorno no ECVitórianotícias.com, apesar de ser somente comentando o desempenho dos jogadores no jogo contra o Avaí e não mais com as suas críticas, comentários e análises contundentes. Melhor do que nada. Será que é por alguma cláusula contratual?

Pois é amigos, estamos de volta, torcendo mais do que nunca, confiante como sempre, procurando, da minha melhor maneira, ajudar o nosso VITÓRIA a encontrar seu caminho para o retorno à série “A”, como CAMPEÃO DA SÉRIE “B”.

VITÓRIA, VOCÊ É A SOMA DE TODOS NÓS!!!

“VAMO” QUE “VAMO” LEÃO DA BARRA!!!

%d blogueiros gostam disto: