Uma cena emocionante

Olá amigos rubro-negros!

Ontem (14/08) à noite, no Barradão, tivemos mais uma vitória do Leão da Barra, dando mais um passo rumo à conquista do título de CAMPEÃO da série “B” deste ano, ao vencer por 2 X 0 a equipe paulista do Guaratinguetá. Foi um jogo fácil? Não, não foi fácil, porém o time do Vitória deixou claro, desde o primeiro minuto de jogo, que ele ia mandar na partida. Estava com pegada e fome de vencer. Estava organizado, unido e determinado, o que já tinha acontecido no jogo do último sábado contra o América Mineiro. Isso nos deixou feliz e aos mais de dez mil rubro-negros que compareceram ao nosso Santuário para ver uma equipe consistente e com padrão de jogo, destacando as atuações de Pedro Ken e Uelliton, além, é claro, do matador William, que demonstrou suas qualidades de artilheiro, fazendo os dois gols da vitória rubro-negra. O time todo jogou bem, pois, como já disse, não gosto de ficar falando desse ou daquele jogador e sim do conjunto, do grupo…

Por falar em grupo e em liderança, uma cena ontem me deixou feliz e emocionado. Foi quando, da substituição de Uelliton, os jogadores do Vitória, quase todos, foram abraçá-lo, cumprimentá-lo, afagá-lo, agradecê-lo, não sei o que especificadamente ou tudo isso, além, é claro, dos aplausos da torcida, reconhecendo as suas qualidades de jogador e de CAPITÃO do time. Parabéns aos jogadores e principalmente a Uelliton pela sua mudança: há uns meses atrás era considerado um vilão, um barqueiro, um líder de panelinhas; hoje está sendo referência, líder, capitão, o comandante dentro de campo. E o responsável por isso tudo: credito ao PCC – Paulo Cesar Carpegianni que, desde que chegou, tem demonstrado sabedoria, respeito e controle sobre o grupo e comissão técnica, tendo o reconhecimento deles todos. Costumamos dizer que quando ganhamos tudo são flores, mas não devemos deixar de reconhecer os valores e as atitudes de cada integrante do NOSSO GLORIOSO VITÓRIA.

Nesse mister, reproduzo, e as faço minhas, as palavras de alguns torcedores do time de Itinga: “um dos grandes responsáveis pelo sucesso do Vitória nesta temporada é o Diretor de Esportes Raimundo Queiroz que, ao contrário do time deles, de cada sete contratações feitas, seis foram boas, enquanto que no Jahia as sete foram ruins”.

Realmente os nossos dirigentes estão tendo atitudes tempestivas e acertadas. Quando não forem (assim como já o foram), criticaremos do mesmo jeito que estamos elogiando. É o nosso dever alertar, sugerir e criticar, assim como elogiar, quando merecer. Tenho dito!

E o nosso mantra: VAMOS SER CAMPEÕES ESTE ANO.

VALEU VITÓRIA, VOCÊ É A SOMA DE TODOS NÓS!!!

Anúncios

Sobre rocharubronegro

Apenas um rubro negro apaixonado.

Publicado em agosto 15, 2012, em Rocha. Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: