INACREDITÁVEL FUTEBOL CLUBE

Olá amigos rubro-negros!

Poderíamos ter vários títulos para o nosso texto sobre o jogo do VITÓRIA 1 X 4 Ceará, na tarde desse domingo, no Barradão – jogo de volta das quartas-de-final, quando poderíamos perder por um gol de diferença e que, mesmo assim, iríamos para a semi-final da Copa do Nordeste (Nordestão) 2013. E por quê INACREDITÁVEL FUTEBOL CLUBE? Eu vi ontem (nos primeiros trinta minutos) uma das melhores partidas dos últimos tempos – isso para o time do meio de campo pra frente. Porém, do meio para trás, o time fez uma das piores partidas de todos os tempos.

A plástica das jogadas de "Los Hermanos" era coisa de cinema – faltava somente serem convertidas em gol. Azar do ataque? Talvez. Incompetência da defesa? Com certeza! Terminado o primeiro tempo, não acreditávamos no que o placar divulgava: VITÓRIA 0 X 2 Ceará. E o time visitante tinha ido somente duas vezes ao ataque e fez dois gols nas "BRAGAS" da defesa.

Como disse, o time tinha jogado tão bem que a torcida ainda acreditava na virada. Era só uma questão de tempo e sorte. Aí é que estava o problema: se não bastasse a incompetência para fazer os gols, o juiz resolveu complicar ainda mais a nossa situação. Precisávamos somente de um gol. Bastava a defesa não fazer mais bobagem e o ataque acertar que tudo ficaria às mil maravilhas. Com certeza Caio Junior acertaria o time no intervalo. Todos achávamos que teríamos um segundo tempo diferente. E aconteceu! O que estava ruim, piorou. Se perder por 2 X 0 já era ruim, imagine 4 X 0? Era ou não INACREDITÁVEL FUTEBOL CLUBE o que estava acontecendo? Foi mais um pesadelo vivido pelos quase treze mil torcedores presentes. ÊTA filminho que não se cansa de repetir. Será problema de DNA?

Humildade e canja de galinha não fazem mal a ninguém!

O jogo é jogado e lambari é pescado!

Há males que vem para o bem – esperamos!

O jogo de ontem mostrou a fragilidade do time do meio de campo para trás. É para repensar e acertar. Fazer as contratações e mudanças necessárias. Como vocês podem ver, não estou citando nomes, somente alertando enquanto é cedo. O pior cego é aquele que não quer ver.

Vamos aguardar. Vamos procurar ter paciência.

VITÓRIA, VOCÊ É A SOMA DE TODOS NÓS!!!

Anúncios

Sobre rocharubronegro

Apenas um rubro negro apaixonado.

Publicado em fevereiro 18, 2013, em Rocha. Adicione o link aos favoritos. 1 comentário.

  1. Renato Falcão de Almeida Souza

    Caro Rocha,
    Tenho acompanhado os bons textos que versam, em linhas gerais, sobre mais esse fracasso do Vitória. Como você sabe, não entendo muito de futebol. Sou apenas um observador e torcedor do Vitória. Acredito que o tempo em que times de menor poder econômico tinham condição de se destacar, esse tempo já passou. Foi um tempo em que a “garra” ou “raça” valia muito mais que agora. Não é demais relembrar a campanha do nosso maior rival na conquista do primeiro campeonato brasileiro, em 1959, contra o Santos de Pelé (justiça seja feita), e muitas outras oportunidades em que o próprio Vitória se destacou, sem ter propriamente um time brilhante ou ter um técnico genial. E então? Não existe mais oportunidade para os times descapitalizados? Acredito que existe sim, mas se houver criatividade. O binômio “Contratar jogadores caros” ou “Contratar técnico caro” dificilmente dará certo, vez que os grandes times sempre terão mais grana e farão a mesma coisa em escala maior. E aí o que se vê é essa irregularidade dolorosa, número excessivo de altos e baixos, e a falta de confiabilidade do time.
    E em que consiste essa criatividade? No meu entender consiste em inovar nos métodos e nas estratégias, dentro e fora dos campos; fortalecer mais ainda a base, criar novos craques dentro de casa, e prestigiar os mesmos; mandar esse pessoal “estagiar” em outros países junto com o que há de melhor, às custas do clube, por exemplo; fazer convênios para incrementar a aprendizagem de novas técnicas de jogo e de treinamento; Imitar o que há de mais moderno e inovador no futebol mundial. Aliás, neste ponto, o time brasileiro que conseguir incorporar o jogo do Barcelona, levará muita vantagem, porque nem os grandes clubes estão fazendo isto, a pesar da surra que o Santos levou. Tive recentemente a oportunidade de assistir a um jogo daquele time lá mesmo em Barcelona, e o esquema e disciplina tática impressionam. Não é por outra que eles contam com adesão maciça da torcida o que lhes permite, segundo me disseram, a dispensar patrocínios.
    Em suma, continuar fazendo mais das mesmas coisas dificilmente resultará em sucesso. Creio que os conselheiros do clube poderiam provocar uma reflexão coletiva a respeito dos métodos.
    Um abraço.
    Renato Falcão

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: