Decepção. Por Vânia Nichetti*

Olá amigos rubro-negros!

Ontem, mais uma vez, nosso técnico tomou um nó tático do técnico do Bahia. Quarto jogo que ele enfrenta o time tricolor e não consegue êxito. No Campeonato Brasileiro, no jogo que o Bahia venceu o Vitória por 2 x 0, o técnico Cristovão sabia da superioridade do rubro-negro e armou seu time com uma forte marcação. Ontem, o nosso técnico era para ter feito o mesmo, já que o empate era um bom resultado. Mas acho que ele ainda está pensando que o time está como o mesmo nível de futebol do segundo semestre. Perdemos a dupla de zaga, que não era essa maravilha toda, mas bem superior a que está aí no momento; perdemos nosso principal jogador (Escudero) que hoje percebo o quanto faz falta; além do mais, os laterais ainda não encontraram o futebol que jogaram no ano passado, nem tampouco Marquinhos e Dinei. Resumindo, o time está bem abaixo do esperado. Não é à toa que tomamos 5 x 1 do Ceará, time da segunda divisão e até o momento não conseguimos ganhar do Bahia que também não tem um time bom, apenas está mais ajustado no sistema defensivo e melhor arrumado taticamente. Portanto, se Ney tivesse entrado com três frentes de zaga para proteger mais a nossa zaga, que é péssima, quem sabe não teríamos tido êxito. O Bahia ganhou o jogo em cima dos nossos erros.

Outro grande problema do Vitória é o meio de campo. Ainda não encontramos um jogador que desse um toque de qualidade nesse setor. Não vejo em Hugo ainda esse jogador. Por conta disso, a dificuldade da bola chegar com qualidade nos homens de frente. Juan faz, às vezes, bem esse papel, mas nem sempre dá certo, principalmente quando o time adversário faz uma boa marcação. Aí falta qualidade aos demais. Mais um motivo para Ney ter entrado ontem no jogo com uma marcação mais forte, pois quem tinha que ganhar eram eles. Mas não adianta mais chorar. Acho muito difícil reverter esse quadro. É a Diretoria rever os erros cometidos nesse início de temporada para não reincidir. Não adianta trazer jogador meeiro para as posições cruciais, como zaga, meio de campo e ataque. Os salários dos cinco contratados dariam para trazer um ou dois jogadores de melhor qualidade. Sabemos da dificuldade financeira do clube atualmente, mas não dá para ficar com essa zaga totalmente sem qualidade. Pelo menos que traga de imediato um zagueiro bom e depois da Copa traria os demais. Sabemos da dificuldade em encontrar bons jogadores, principalmente devido aos altos salários. Poderia tentar de novo com jogadores do futebol Sulamericano, principalmente no Paraguai e Uruguai que sempre têm bons zagueiros. Eu digo isso porque Alexi Portela lutou tanto pra aumentar o número de estrangeiros e de repente o Vitória desistiu dessas contratações. Aqui no Brasil vai ser mais difícil porque os bons jogadores estão jogando nos principais clubes e as revelações do Campeonato Paulista não virão para os times do Nordeste, eles vão ter propostas muito melhores dos times do Sul e Sudeste, além de preferirem a vitrine de lá. Logo, acredito que a saída são os de fora.

Que esta derrota sirva de lição para nosso técnico não ficar inventando e jogar um futebol conforme o momento. Se atualmente o time ainda não tem os jogadores de qualidade que ele gostaria de ter para poder jogar um futebol totalmente ofensivo, que ele dance conforme a música. Imagine o prejuízo que o Vitória já teve e vai ter com mais uma perda nesse início de temporada. Foi a saída precoce da Copa do Nordeste e agora a possível perda do campeonato baiano, pois a renda de domingo nem de longe vai ser a mesma se o time tivesse ganho ou empatado. Além do mais, quantos torcedores vão deixar de se associar ou, quem sabe, nem renovar o Sou Mais Vitória!!!

Só espero que não sobre para o técnico no final das contas, pois, mesmo ele tendo culpa de alguns resultados, inventando escalações e substituições, ainda acho que seja um bom técnico para o Campeonato Brasileiro. Só acho que ele ainda não aprendeu a jogar com times que marcam muito. Por isso, que no Brasileiro, com algumas boas contratações, ele vai voltar a nos dar alegrias.

*Vânia Nichetti é Bel. em Direito e Auditora Fiscal da Secretaria da Fazenda Estado da Bahia.

Anúncios

Sobre rocharubronegro

Apenas um rubro negro apaixonado.

Publicado em abril 7, 2014, em Rocha. Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: