O rei está nu.

Olá amigos rubro-negros!

Hoje vocês vão ter um pouco de paciência comigo, pois, além de ser o nosso último texto do ano, é também um desabafo, meu e de todos os sofridos súditos rubro-negros, neste que foi o pior ano do resto de nossas vidas. O pedido de paciência é porque tenho que dividir este texto em três partes: a primeira é sobre a derrocada do ano, citando os principais fatos/fracassos e as atitudes ou falta delas por quem de direito. Que rei sou eu? A segunda é sobre alguns pontos que norteiam o bom e o mau gestor, o seu perfil e o seu (interior) psicológico; e, por fim, a terceira parte que é o fechamento de tudo isso.

Vamos aos fatos: no futebol, perdemos tudo que disputamos neste escabroso ano, seja no profissional, seja nas divisões de base. Um ano para se esquecer. No primeiro semestre perdemos o baianinho, os BAVIs (empatamos um), Copa do Nordeste, Copa do Brasil… Tudo isto com o ABANDONADOR DA PÁTRIA Ney Fraco que saiu como se nada tivesse acontecido e foi colocar o Flamengo na lanterna do Campeonato, sendo escorraçado de lá e com certeza para nunca mais voltar. Mas, para nos surpreender ainda mais, negativamente, eis que chega outro descartado do time de Itinga para continuar a saga do afundamento. Nesse ínterim, para não dizer que não teve nenhum atitude, o bode expiatório do Raimundo Queiroz é mandado embora, nada mudando no nível das contratações. E aí meus amados irmãos eis que, não satisfeitos com tudo de ruim que nos aconteceu, demonstrando não ligarem para a dignidade humana, repatriam o AFUNDADOR DA PÁTRIA Ney Fraco para escreverem, a múltiplas mãos, o epílogo dessa maldita saga, O REBAIXAMENTO para a série “B”. Agora sim, estamos no fundo do poço!!!

E para completar, eis que do fundo desse poço aparece um grupo com discurso pronto (anteviam o naufrágio?), camisas de luto, aplaudindo, e que, segundo Malu Fontes, parecia mais uma foto das DPs da vida. Faltou demonstração de segurança, sobrou infantilidade e falta de estratégia. Que rei sou eu?

Foram tantos erros, incompetências múltiplas, falta de atitudes idem, outras infantilidades e tudo de ruim que podia acontecer aconteceu. E olhe que não foi por falta de avisos. Um ano para se esquecer.

Os sucessivos erros poderiam ter sido consertados ou pelo menos amenizados. Faltaram atitudes tempestivas. E não foi por falta de avisos, volto a dizer. Então Sêo Minino o que realmente aconteceu? O que o Sinhô tá vendo que nós outros não vimos? Será uma longa e horripilante estória, mas de logo aviso: não vi e não direi nada que você e todos os súditos sofredores não sabem ou já não disseram inúmeras vezes. Procurei até agora e procurarei sempre ser os ouvidos dos “frascos e comprimidos”. Mas agora não adianta mais chorar sobre o leite derramado…

Também não adianta chegar agora cheio de desculpas e arrependimentos, com cara de humilde, pois existe uma diferença muito grande entre medo e humildade, assim como existe uma diferença muito grande entre apresentar diagnóstico (desculpas/justificativas) do que aconteceu e construir uma nova realidade, o verdadeiro fazer acontecer. Existe também uma grande diferença entre defensividade/reatividade (ter explicações e justificativas para tudo) e proatividade (criar o ambiente e as condições necessárias para que as coisas aconteçam – planejamento x execução). O sábio, além de ouvir muito, prepara o terreno e dá oportunidade para que seus discípulos/súditos tenham tranquilidade para falar e agir.

Que houve muitos erros já foi assumido publicamente, porém ainda vão ter que provar que aprenderam com os erros, porque até agora só deu para reconhecer, o que já é alguma coisa.

Que tenhamos todos aprendidos que se deve agir antes que o grande mal aconteça, enquanto existe tempo de se consertar os erros cometidos. Humildade é uma forma de ser. O humilde é reconhecido pelos seus súditos. Ninguém que se diz humilde o é, pois só em falar, deixa de sê-lo. As palavras têm de estar condizentes com as atitudes e deverão ser sempre melhores que o silêncio. O verdadeiro detentor do poder ouve mais, fala menos, age mais e tem o silêncio como referência da sua consciência, do seu poder… Você não precisa querer saber tudo, ter explicação para tudo. O que você, líder e poderoso precisa é permitir que os seus colaboradores, que os coordenadores escolhidos por você falem, exponham seus pontos de vista, que tenham liberdade para executar o que foi planejado e delegado…

Pois é meus amigos rubro-negros, súditos e parceiros desse infortúnio, depois de apresentarmos no nosso texto da semana passada Vinte possíveis títulos para sua escolha, antevendo o desfecho melancólico e pífio do nosso outrora GLORIOSO ESPORTE CLUBE VITÓRIA, o meu preferido, e que resume o desastre deste ano, foi “O pior ano do resto de nossas vidas”, plagiando o título do filme O primeiro ano do resto das nossas vidas.

Quem é Conselheiro ou Dirigente não precisa vestir camisa afirmando que está ou estará com o NOSSO OUTRORA GLORIOSO ESPORTE CLUBE VITÓRIA em qualquer divisão, pois, por sê-lo já confirma que estará, isso seria para o simples e apaixonado torcedor, mas sim avisar, alertar, antes que o mal aconteça, que O REI ESTÁ NU.

VITÓRIA, VOCÊ É E SERÁ SEMPRE A SOMA DE TODOS NÓS!!!

Anúncios

Sobre rocharubronegro

Apenas um rubro negro apaixonado.

Publicado em dezembro 10, 2014, em Rocha. Adicione o link aos favoritos. 3 Comentários.

  1. Boa tarde,

    Rocha não era você que participava das churrascadas patrocinadas por essa diretoria incompetente e lasciva ao Vitória.

  2. Caro Rocha: Lamentavelmente o nosso rubronegro caiu mesmo para a segundona. Vamos esperar que retorne logo à primeira e que esta seja a última vez que o ECVITÓRIA nos dê tão grande desilusão. A Rede Bahia apresentou no último sábado uma sátira com os personagens Jair e Vicentino em que ambos e mais o Botafogo foram recebidos no 2º andar, no apartamento 202 pelos times da 2ª divisão, ao ritmo do pagode. Jair e Vicentino retrataram fielmente a tristeza e o medo das torcidas de Bahia e Vitória com a queda para a segundona. É mesmo para se lamentar que o nosso Estado em 2015 não terá nenhum representante na elite do Brasileirão. Vamos esperar que o ECVitória tenha um desempenho digno da sua volorosa torcida, RETORNE À 1ª DIVISÃO e continue a ser motivo de orgulho para todos nós. Um TFA.’.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: