O torcedor não é trouxa!

Olá amigos rubro-negros!

Hoje fiz uma lista de possíveis títulos ou tópicos que poderia escrever sobre o momento atual do NOSSO OUTRORA GLORIOSO ESPORTE CLUBE VITÓRIA (que, com fé em Deus, voltará a sê-lo). Ei-la:

1- À espera de um milagre;

2- Nada que já não tivéssemos previsto;

3- Não precisa ter bola de cristal;

4- O pior cego é aquele que não quer ver;

5- A bola não entra por acaso;

6- Continua a Marinho dependência;

7- Desse mato não sai coelho;

8- O personagem VOVÔ MUNDICO;

9- Uma luz no fim do túnel?

10- Hora de mudança;

11- O valor da democracia e da transparência;

12- A importância do planejamento e uma gestão eficaz;

13- Administração do clube e para o clube;

14- O maior patrimônio: O TORCEDOR; e

15- O torcedor não é trouxa!

16- Etc, etc, etc.

Teríamos outros inúmeros títulos e temas a discorrer, porém resolvemos parar por aqui.

Conversando com um amigo e colega conselheiro rubro-negro, perguntei qual desses ele escolhia para ser o título deste meu texto e ele escolheu O TORCEDOR NÃO É TROUXA!

Assim como fiz na semana passada, volto a reproduzir uma outra citação de Abraham Lincoln: "Você pode enganar uma pessoa por muito tempo; algumas por algum tempo; mas não consegue enganar a todas por todo o tempo."

Estamos vivendo um momento ímpar no Brasil e no mundo. A informação está sendo compartilhada numa velocidade tal, como nunca antes na história deste país. O Brasil está sendo passado a limpo, seja na política, seja na gestão do futebol. O POVO (leia-se O TORCEDOR) NÃO É MAIS TROUXA, ou melhor, nunca foi trouxa. Por isso a importância da TRANSPARÊNCIA E DA DEMOCRACIA. É um caminho sem volta.

Na vida nós temos a oportunidade de ser vanguardista e passar para a história como aquele que fez o que tinha que ser feito na hora certa ou ser obrigado a fazer as coisas e ir a reboque. Ninguém pode deter a vontade coletiva. Você pode até enganar alguns por algum tempo, mas a hora da verdade e da vontade popular chegará e aí não adiantará chorar sobre o leite derramado.

O modelo estatutário e de gestão do GLORIOSO ESPORTE CLUBE VITÓRIA é ultrapassado (perdoem-me por ficar repetindo isso) assim como os atuais dirigentes. É hora de mudança. É hora de vanguardistas. É hora de assepsia. É hora de um novo tempo. A hora é agora. É agora ou nunca.

Não vamos ficar repetindo e repetindo o que todos já estão cansados de falar e ouvir. Vamos agir. O TORCEDOR NÃO É TROUXA!

VITÓRIA, VOCÊ É A SOMA DE TODOS NÓS!!!

Anúncios

Sobre rocharubronegro

Apenas um rubro negro apaixonado.

Publicado em outubro 17, 2016, em Rocha. Adicione o link aos favoritos. 1 comentário.

  1. Rocha e demais rubro negros,

    Este artigo que fiz mostra a incapacidade da diretoria em montar um bom time, não falta dinheiro, falta competência e conhecimento em futebol.

    “Contratações equivocadas – um marco na gestão do Vitória

    É sabido que, no futebol, contratar jogador é um ato de risco. Mas, sabemos também que este risco pode ser majorado ou minorado, em razão da competência de quem contrata.

    Neste aspecto, a gestão do esporte clube vitória é campeã disparada pelo aspecto negativo. Não sei se o método de contratação (fala-se que por lá se contrata muito por DVD), ou a confiança em empresários com outros interesses que não fortalecer o clube com bons jogadores, ou a incapacidade de “olheiros” de descobrir novos e verdadeiros talentos. Enfim, não sei precisar o motivo, mas a verdade é que desde que o grupo comandado por Alex Portela assumiu o clube – e isso vem desde 2006 – ocorre um verdadeiro desastre quando o assunto é contratação de novos reforços, ou melhor, novos jogadores pois não podemos chamá-los de reforços.

    Pensando nisso, resolvi dar uma pesquisada nessas contratações durante uma parte da gestão de Alex, de Falcão (seu sucessor indicado por ele) e de Raimundo Viana (indicação dele também). Sendo assim, comecei a pesquisar apenas de 2010 para cá, ou seja, nesses últimos 06 anos, apesar de ter muitos mais jogadores de péssimo nível, já que a gestão de Alex e de seus apadrinhados começou em meados de 2006. Acreditem que, mesmo não lembrando de alguns, todos os jogadores listados foram contratados de 2010 para cá por essa gestão que afirma que prima pela “excelência no futebol”.

    Por uma questão didática, para alguns jogadores pouco lembrados (seja pelo “excelente” nível técnico ou pelo curto tempo que por aqui ficou), resolvi colocar ao lado do seu nome a posição que jogou. Para outros, menos lembrados ainda, tive que colocar uma observação – em nota de rodapé – com datas e jogos pelo Leão, a fim de refrescar a memória do torcedor.

    Nesse ano de 2016, fomos muito bem. Temos ou já tivemos no nosso elenco muitos craques, tais como Alipio, Ramalho, Guilherme Matis, Dagoberto, Serginho, Amaral, Robert, Vander, Norberto, Cárdenas, Wilian Henrique, Henrique, Leandro Domingues, Edinei, Maicon Silva, dentre outros.

    Nos anos anteriores, tivemos também muitas pérolas: marcelo matos, pereira (meia), saimon (zagueiro), danilo tarracha, jorge wagner, jonhantan ferrari, caio (atacante), rômulo, vínicius (atacante), rodrigo defendi, marcos junior, lucas zen, douglas goleiro, hugo, camacho, lucas nania, richarlyson, souza, kleber pereira, etc.

    Reparem que alguns ainda chegaram aqui como craques, ou como grandes promessas. A lista continua: Pedro oldoni, josa (meia), marcinho, leandrão, giancarlo, fabricio (zagueiro), fernando bob, david braz, elizeu (volante), cardoso, luis alberto, marcos, renato santos, lucio maranhão, alemão, rodrigo mancha, daniel borges (zagueiro), marcelo nicácio, gerlem wilian (meia) *1, eduardo ramos, caio seco (goleiro), gabriel araújo (zagueiro), mauricio (zagueiro), zé luis, preto, edu (meia), nikão, léo fortunato, eduardo neto (lat. esquerdo), thiago martinelli, evandro, renato ribeiro, derlei, jonas, javier reina.

    Vou deixar de fora alguns jogadores, conhecidos no jargão popular como meeiros, tais como diego renan, diogo mateus, thiago real, fernando miguel, kieza, juan, ayrton, neto baiano, rildo, etc, etc, etc. São muitos, mas vou me deter a listar apenas os medíocres, que nada acrescentaram ao clube.

    Nesse sentido, a lista, apenas exemplificativa, ainda tem Renan (goleiro), robston, welington saci, marcos bamban, rodrigo costa (zagueiro), pedrão (atacante)*2, ernani, vitor sabá, vander*3, dão zagueiro, luis aguiar, guilherme beltran, adriano (volante), léo costa, jean (zagueiro), charles vagner, fernandinho, chiquinho (lat. esquerdo), xuxa, geraldo, giovani, gilberto, lucio flavio, renan silva, fabio santos, pablo (atacante), rycheli, césar santiago, evson, pelezinho, jonas, thiago humberto, soares, henrique (atacante), Jacson *4.

    Nesse período, ainda tivemos que conviver com grandes promessas oriundas da base, promovidas ao elenco profissional pelos “expert” do futebol do vitória, por exemplo, flavio, jose welisson, euler, edson magal, leilson, maurim, willie, romario, dankler, mateus salustiano, duylio, neto coruja, reniê, artur maia, uelington, dimas, felipe, mansur, mineiro, marconi, dentre tantos outros “aprovados” pela direção, mas reprovados pela torcida.

    *1 – Contratado em abril de 2012, estreiou em 07/07/2012, contra o ABC, numa vitória de 1 a 0 pela série B daquele ano, sua única partida pelo leão. Dispensado em 26/10/12
    *2 – chegou em janeiro/11, 29 dias depois deixou o clube sem ainda estar 100% fisicamente, tendo entrado no decorrer de 02 partidas apenas.
    *3 – não se trata do vander preguiçoso de hoje, que não marca ninguém. Esse craque veio do águia de marabá – PA em 2011 passar umas férias por aqui.
    *4 – não é o jacson de 2006 a 2009, bom jogador, raçudo. Esse craque é uma atacante, que só jogou em grandes clubes antes do vitória: Pirambu –Se, são cristovão – SE, astro – Ba e bahia de Feira.

    Reparem que falando apenas de contratações, fora os oriundos da base, fora também os “meeiros”, são 103 jogadores medíocres que, repito, nada acrescentaram ao Vitória. Ou melhor, acrescentaram e muito a folha de pagamento, pois temos uma média de 17 péssimas contratações por ano. Esta aí, talvez, a verdadeira causa de não se ter dinheiro para contratar bons jogadores. Quanto não custou salários e rescisões destes bondes? E aqueles que não rescindiram amigavelmente? E as multas pagas? E os gols perdidos ou tomados por erros destes craques?

    A direção, por sua vez, sempre alegou que o clube é do nordeste, tem renda pequena de TV, não tem patrocinador como os do Sul/Sudeste, dentre outras desculpas, na tentativa de tirar o foco do real motivo de não se ter dinheiro: a falta de competência na contratação de jogadores pela falta de conhecimento de futebol de quem dirige uma empresa do porte do Esporte Clube Vitória, que é uma empresa sim, mas acima de tudo um clube de futebol.

    Sds rubro negras,

    Rogério Pessoa”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: