Devemos continuar acreditando?

Olá amigos rubro-negros!

Mais uma vez saímos tristes e decepcionados do nosso outrora SANTUÁRIO BARRADÃO. Depois de terminar o primeiro tempo perdendo de 2 X 0 para o ABC de Natal (série “C”) e, surpreendentemente, virar o marcador para 3 X 2, acabamos cedendo o empate nos acréscimos, isto depois de ter perdido várias oportunidade de ampliar o placar. Quando terminou o primeiro tempo, eu, muito chateado, já tinha definido um título para o meu texto: “Paciência tem limites”. Porém, com a virada, aliviado, pensei em não mais usar esse título.

O sofrimento e a angústia aumentavam toda vez que o ataque perdia um gol e o recebíamos um contra-ataque. A nossa zaga é um Deus nos acuda! É terrível! Às vezes temos saudade de Kanu, Wallace… (rsrsrs). Sabemos que os meninos ainda estão procurando o seu lugar ao sol, porém é necessário que se chame a atenção deles para deixarem de lado a máscara e que não fiquem se achando o “rei da cocada preta”. Humildade e seriedade devem ser uma constante neles. Um bom puxão de orelhas e canja de galinha não fazem mal a ninguém. Continuo insistindo que é preciso um profissional (ou uma equipe) para trabalhar o psicológico de cada um dos atletas e do grupo como um todo.

Vocês sabem que eu não gosto muito de comentar sobre o jogo em si, sobre esse ou aquele jogador, porém adoro discorrer sobre o que poderá ou poderia estar por trás das coisas, os bastidores, o psicológico, o estratégico…

Agora vamos “falar” sobre a situação da gestão do Esporte Clube Vitória. Já se passaram três meses da posse de Ricardo David na presidência do Leão da Barra e ainda não aconteceu nada que nos sinalizasse uma mudança radical na gestão. Claro que não há mais aqueles descalabros, aquela acefalia, porém queremos mais que isso. Sabemos também que tem uma auditoria em andamento e que já se constatou absurdos e muitos ainda estão por serem identificados e qualificados. Sabemos também que já houve algumas (muitas) mudanças no quadro diretivo e operacional, reduzindo substancialmente o custo da máquina, assim como eficientizando-a. Ainda não tomamos conhecimento dos motivos da demissão de uma funcionária antiga, porém temos certeza que saberemos oportunamente dos detalhes…

Indo ao ponto “X” do problema, razão de ser de um clube de futebol, quando teremos um elenco verdadeiramente de SÉRIE “A” que nos dê a confiança necessária de que iremos ganhar o baianinho e a Copa do Nordeste e não fazer feio na Copa do Brasil e Brasileirão? Devemos continuar acreditando? Eis a questão! Para continuarmos acreditando será ou seria necessário que tivesse havido contratações qualificadas, o que ainda não ocorreu. Nenhum desses novos contratados encheu os olhos do torcedor. Uilliam Correia, Neílton e Yago ainda continuam sendo os melhorzinhos… Temos boas expectativas para os meninos da base, porém, volto a frisar, é necessário trabalhar a cabeça deles.

É isso aí amigos de infortúnio! Continuo acreditando, mas paciência tem limites!

VITÓRIA, VOCÊ É A SOMA DE TODOS NÓS!!!

Anúncios

Sobre rocharubronegro

Apenas um rubro negro apaixonado.

Publicado em março 12, 2018, em Rocha. Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: