Amarelou, baladas, decepção, síndrome…

Olá amigos rubro-negros!

São tantos os títulos que poderíamos dar a este texto, que ficou difícil escolher aquele que melhor, quero dizer pior, pudesse retratar a indignação da torcida rubro-negra que lotou o Barradão na tarde de sábado (20/10) para ver a decepcionante derrota, por 2 X 0, do VITÓRIA para o Atlético Paranaense. Um vexame! O que era para ser uma festa, mais uma vez se tornou um pesadelo.

Eis alguns dos possíveis títulos que deveríamos nomear este artigo:

A síndrome dos jogos decisivos.

Amarelou?

Os homens das baladas.

Que decepção!

Um caso pra Freud.

PCC e suas incoerências.

Mais uma tarde para a torcida esquecer.

A hora do pesadelo.

Problema de DNA, e tantos outros.

Num dos meus últimos textos escrevi que Eu vou subir, mas… justamente para reafirmar a nossa confiança na subida para a série "A". Naquela oportunidade ainda tínhamos uma maior probabilidade para a conquista do título, o que, agora, ficou mais difícil. De acordo com as estatísticas, o Goiás tem mais de 57% de chance de ser campeão, o Criciúma está com mais de 37% e o Vitória com quase 11%. Isso em virtude dos confrontos de cada um.

E o que aconteceu para esta queda? Conforme havíamos alertado, o time havia perdido o foco, a determinação, a vontade de vencer. Aliado a isso, passamos a conviver com as incoerências, as invenções , as "pardalices" de PCC. Ainda bem que a diretoria tomou mais uma atitude tempestiva, rescindindo o contrato do treinador. Isso veio confirmar as preocupações do colega Olavo Oliva que alertou na semana passada sobre o fato de PCC não ter mais a liderança sobre o grupo.

Podemos ainda ser campeões? Sim, podemos, contudo muitas coisas precisam ser feitas, principalmente quanto ao psicológico do grupo, ao tempo em que deve ser cobrado de alguns jogadores mais responsabilidade, mais comprometimento, mais atitude, mais raça, mais profissionalismo. Que deixem as baladas para depois da conquista do acesso e do título (ainda acredito).

É preciso que os jogadores se conscientizem que o time não é aquilo que eles pensam que é, e se não jogarem com muita vontade não vão ganhar pra ninguém. Eu, ou melhor, todos nós já havíamos chamado a atenção sobre isso. Tem que colocar o coração no bico da chuteira. Tem que ter humildade, muita raça e vontade de vencer.

Mais uma vez Ricardo Silva assume o comando técnico num momento delicado. Com certeza, novamente vai fazer prevalecer a qualidade do seu DNA de vencedor. Numa coisa ele já acertou quando declarou que precisa motivar os jogadores, pois qualidade técnica a grande maioria tem.

É preciso que todos tenham consciência de que um problema individual afeta o coletivo; que dois problemas individuais afetam ainda mais o coletivo; e que vários problemas individuais afetam totalmente o coletivo. Esta é a fórmula do insucesso, quando os problemas individuais não resolvidos contaminam o coletivo.

Para redefinirmos um novo caminho de sucesso será preciso tomar conhecimento dos números: no primeiro turno, ganhamos 44 pontos de 57 disputados, aproveitamento de 77,2% – o melhor do primeiro turno; já neste segundo turno, conseguimos somente 19 pontos de 36 disputados, performance de 52,8% – a sexta campanha; no campeonato como um todo, ganhamos até agora 63 pontos de 93 disputados, o que representa um aproveitamento de 67,7%. Faltam sete partidas a serem disputadas, vinte e um pontos. Agora é ganhar ou ganhar.

Nós torcedores estamos traumatizados. Todos nós estamos decepcionados. Quem chegou cedo aos arredores do Barradão no sábado pode participar da festa que a torcida fez desde o meio dia, armando verdadeiro acampamento, com barracas, sobreiros, gazebos, caixas térmicas, churrasqueiras, etc., tudo para se preparar para aquela que esperávamos ser a grande festa. Infelizmente eu já pressentia o pior e cheguei a comentar para algumas pessoas que achava que ia acontecer o mesmo do ano passado contra o São Caetano. Motivo? As incoerências e invenções de PCC estavam interferindo no psicológico do grupo. Dito e Certo.

Agora não adianta chorar sobre o leite derramado. É hora de união, humildade e equilíbrio psicológico de todos. Tomara que, mais uma vez, os jogadores se fechem em torno de Ricardo Silva que tem DNA de vencedor.

Terça-feira (23/10) já temos uma nova batalha, em Maceió, às 19h:30, contra o CRB (que luta para não ir para a zona de rebaixamento – é o primeiro fora). Ganhando, praticamente carimbamos o nosso passaporte para a primeira divisão de 2013. Porém, na sexta-feira (26/10), termos mais um jogo decisivo, de seis pontos, contra o São Caetano – A GRANDE REVANCHE.

Vamos ganhar para o CRB amanhã e recomeçar a nossa caminhada rumo ao retorno à série "A" e ao título.

VAMOS SER CAMPEÕES BRASILEIROS DA SÉRIE "B" ESTE ANO, CQC – AINDA ACREDITO.

VITÓRIA, VOCÊ É A SOMA DE TODOS NÓS!!!

Anúncios

Sobre rocharubronegro

Apenas um rubro negro apaixonado.

Publicado em outubro 22, 2012, em Rocha. Adicione o link aos favoritos. 2 Comentários.

  1. Rocha e demais RN, boa tarde!
    Infelizmente sábado foi mais um dia para esquecermos.
    Mais uma vez, o NOSSO Vitória foi derrotado no nosso santuário e de forma bisonha. Um time sem alma, sem vontade, sem vontade e, acima de tudo, sem respeito a grande torcida, que vem atendendo aos apelos, e foi ao santuário com a certeza de que daríamos um grande passe para a subida e consequentemente ao título. Mas, infelizmente, ELES, os jogadores não quiseram. Continuam a entender que o Vitória não é NOSSO e sim DELES!
    Não estou de pleno acordo de que o PCC seja o problema, mas se isso for uma solução, que Deus nos proteja. Um técnico que levou o time a melhor campanha de serie B, no primeiro turno, da historia dos pontos corrido, deixou o time com 63 pontos em 31 rodadas, não pode ser ruim! Isso não é sorte! Sei que é mais fácil a troca de um do que a de uma dúzia!
    Mais uma vez, pedimos a Deus que o Ricardo Silva (o nosso Severino), com a sua humildade e profissionalismo, consiga do grupo aquilo que o PCC não vinha conseguindo nas últimas rodadas.
    Continuo a acreditar e muito no acesso, mas pode não ser fácil com achávamos. Hoje diria que necessitamos de 3 vitórias!
    Sabemos que o caminho do São Caetano, p.ex, não será fácil. Porém, o nosso, a depender DELES (os traidores da nossa confiança) poderá ser difícil!
    Vamos acreditar que no grupo, “os cânceres”, sejam curados/amenizados por alguns sadios, que sei que tem, e que entendam que o Vitória é uma nação, é uma paixão!
    Continuarei indo com a minha filha, incentivando e apoio no que for preciso, com a esperança de ao menos um dos nossos objetivos atingido.
    Saudações de Rubro-Negro muito chateado e triste, mas confiante de que superaremos tudo!
    José do Prado

  2. vamos ser campeão amigo! nosso problema era tecnico,ou melhor treinador…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: